Now reading

Viajar na Primavera

Zika Vírus
Next post
Viajar na Primavera
Viajar na Primavera

Essa é uma publicação coletiva do grupo Blogues à Mesa, criado pela Ana Azevedo do Blog Anas há muitas. A publicação deve ser sobre a Primavera, que chega nesse mês ao hemisfério Norte e, em particular a Portugal. Nós receberemos o Outono aqui no Brasil… mas é sempre bom falar sobre a Primavera, que é a estação mais bonita e agradável (no meu ponto de vista). Adoro viajar na Primavera e vou descrever uma das minhas viagens nessa época do ano.

♥♥♥

Meu marido em Paris. Eu viajaria sozinha para encontrá-lo. Mas não em Paris. Nosso ponto de encontro seria outro. Saí de São Paulo, aqui Outono, dirigindo-me à Europa, lá a linda e florida Primavera. Fiz escala em Amsterdã, onde minha bagagem ficou retida sem que eu soubesse, e cheguei a Lisboa, na minha primeira visita a Portugal.

O Rogério esperava-me no aeroporto, onde ficamos por bastante tempo, até percebermos que a mala não chegaria mesmo. Viria apenas na madrugada e seria entregue em nosso hotel no início da manhã seguinte. Deram-me um kit de emergência (escova de dentes, creme dental, desodorante e outros acessórios de higiene) e seguimos para a cidade. Era um domingo e a maioria do comércio da cidade estava fechada.

Encontramos uma farmácia de plantão na Rua Augusta, onde pude comprar alguns remédios e outros itens de higiene. Explicamos a minha situação à dona da farmácia, que foi compreensiva e solícita e que acabou por nos contar um episódio semelhante em uma viagem que fizera com o marido à Tailândia.

Naquela primeira manhã, usando uma camiseta do esposo, percorremos a Baixa de uma Lisboa ensolarada. Fomos à Praça do Comércio, andamos na Rua Augusta, Rossio, Praça de D. Pedro IV (que tinha sido nosso D. Pedro I antes de retornar a Portugal), Elevador de Santa Justa, subimos pela Avenida da Liberdade. Tomamos um elétrico que nos levaria até perto do Castelo de São Jorge, onde apenas um ano depois eu celebraria meu aniversário.

Na volta, optamos por um táxi. Eu estava muito cansada depois de uma noite inteira de viagem aérea, em mais de 12 horas de trajeto e conexão. Ao taxista, pedimos uma indicação de um restaurante para jantar, pois a noite já se aproximava. Ele indicou-nos o Restaurante João do Grão, na Rua Correeiros 222. Fomos direto, já que estávamos de volta à Baixa.

Ao entrarmos no restaurante e procurarmos uma mesa para nos sentarmos, encontramos um médico, nosso colega de turma na Faculdade e um dos maiores amigos do meu marido. Viajava com a esposa. Embora estivessem já terminando o jantar, eles nos acompanharam e ficamos conversando longamente e matando as saudades de tempos que já iam longe.

Na manhã seguinte, pontualmente, minha mala foi entregue no hotel. Pude usar minhas próprias roupas e ter todas as minhas coisas à mão.

Permanecemos mais alguns dias em Lisboa, que continuou linda, com céu azul e muito verde por cerca de 5 dias. Fomos a Sintra em um desses dias. O Palácio da Pena estava fechado. Alugamos um carro e seguimos rumo ao norte: Tomar, Fátima, Coimbra, Porto (onde ficamos por alguns dias também) e chegamos a Viana do Castelo, onde o Rogério daria uma palestra.

Não houve um único dia de chuva. Portugal nos presenteou com sol, sem um calor extremo (como pegamos quando fomos no verão), muito acolhimento, boa comida, excelentes vinhos, flores, jardins e o desejo de voltar muitas outras vezes… coisa que tenho feito desde então.

Já conheci muito do país. E há tantas coisas que ainda quero ver. Se eu pudesse, iria sempre na Primavera. Mas, mesmo em outras estações, continuarei desejando voltar… para um país onde deixei parte do meu coração.

– Sílvia Souza

12814348_1039579129414549_2611368786153748025_n (1)

Written by

Instagram
  • #jorgeluisborges #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #cesarecantú #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #thubtenchodron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza