Now reading

“Todos os Contos” de Clarice Lispector – Laços de Família #3: “Uma galinha”

“Todos os Contos” de Clarice Lispector – Laços de Família #3: “Uma galinha”
“Todos os Contos” de Clarice Lispector – Laços de Família #3: “Uma galinha”

Dando continuidade ao Projeto Clarice Lispector, idealizado pela Márcia Cogitare do Blog Surtos Literários, hoje vou comentar o terceiro conto de Laços de Família, “Uma galinha”. Leiam também a publicação da Márcia clicando aqui.

Não sei se terei muito o que comentar deste conto. São apenas 3 páginas; é um conto realmente muito breve.

Ele conta a história de uma família que matava uma galinha todos os domingos para o almoço. Até que chega a ocasião em que a galinha escolhida foge do quintal, com seu voo breve e incerto.

O pai sai caçando a ave através dos telhados e acaba conseguindo alcançá-la. De volta à casa, a galinha faz algo inesperado: bota um ovo e se senta sobre ele para chocá-lo.

Este ato tão corriqueiro mostra a vida do animal, a sua capacidade de gerar outros seres. E, apesar da aparente banalidade, esta ação evita que a galinha fosse cozida naquele domingo; o pai e a filha se recusaram a tirar a vida da mãe daquele ovo que acabava de ser botado.

Embora o conto seja bastante breve, ele trouxe à minha memória um livro infantil da Clarice Lispector que li na minha infância: A Vida Íntima de Laura. Confesso que não conseguirei me lembrar dos detalhes e do enredo completo da história após cerca de 35 anos. Mas talvez Clarice Lispector tenha mesmo partido deste conto para criar Laura, a galinha do livro infantil, com seus questionamentos e seu aspecto existencialista.

No final do livro “Todos os Contos”, na Nota Bibliográfica, consta a seguinte observação de Benjamin Moser:

Quando foi publicado nos Estados Unidos e no Reino Unido em 2015, o presente volume reuniu, pela primeira vez, todos os contos de Clarice Lispector. Existem muitas razões para que tal reunião não tenha acontecido antes, nem mesmo no Brasil. Entre elas, uma história de edição que originou variantes dos escritos de Clarice durante toda sua vida, em virtude do seu hábito de reciclar as obras mais antigas e publicá-las em novos formatos.

Talvez ela tenha mesmo se inspirado nesta personagem, nesta galinha fujona, para aprofundar os motivos de sua fuga ou o significado do ovo que foi posto, evitando sua morte naquele domingo específico.

Entender a mente da Clarice Lispector não é uma tarefa fácil. Podemos, no máximo, fazer algumas conjecturas.

 

Written by

1 Comment
  • Marcia Cogitare disse:

    Silvia, escrever algo sobre este conto tão curtinho foi um desafio.
    Excelente link esse do livro infantil com este conto, realmente é bem possível ter vindo daí essa coisa de galinha rs.

    Hug

Instagram
  • #jorgeluisborges #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #cesarecantú #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #thubtenchodron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza