30.05.2016
A woman reading de Vincent Van Gogh

A woman reading de Vincent Van Gogh

 

Minha amiga Francine Camargo, do Blog Papo de Fran, respondeu a uma TAG hoje (Tag SCARLET MOON BLOGGER AWARD) que eu respondi há dois dias. Mas o convite dela não foi o de responder à TAG. Ela fez apenas uma pergunta e indicou alguns Blogs, entre os quais o meu, para responder a essa única pergunta dela. Não poderia deixar de atender a um pedido da Fran.

Então, segue a pergunta e minha resposta.

 

Você já abriu mão de um sonho por conta do excesso de solidão que estava sentindo?

Sou uma pessoa de alma solitária. Acho que sempre fui. Mesmo nos momentos em que me encontro cercada de pessoas, tenho sempre a sensação de isolamento. Algo como uma incapacidade de me integrar completamente ao grupo, ao diálogo, ao convívio. Tenho a sensação de que as pessoas não conseguirão entender meus sentimentos, aquilo que se passa comigo, minhas reflexões e opiniões. E, quanto mais o tempo passa, mais aumenta esse sentimento de solidão e mais percebo que, de fato, não consigo colocar em palavras, da forma adequada, a imensidão de sensações que povoam minha alma.

Entretanto, o fato de sempre ter sido uma pessoa essencialmente solitária fez com que meus sonhos fossem compatíveis. Não almejei dar palestras, porque sempre soube que era uma pessoa tímida e que não gostava de exposição. Nunca quis ser a pessoa mais popular em um ambiente.

Hoje em dia, encaro a solidão como uma aliada. Por ter muitos momentos de isolamento, pude me dedicar à leitura, que tanto gosto e ajuda na minha escrita; e, principalmente, tenho meus minutos (ou horas) de silêncio para poder pensar, ter ideias, escrever e tentar (quem sabe) encontrar as palavras que possam descrever o que sinto e o que penso.

Então, concluindo, o excesso de solidão nunca me impediu de perseguir um sonho meu.

– Sílvia Souza

Sonnenblume_02_KMJ

 

  Minha amiga Francine Camargo, do Blog Papo de Fran, respondeu a uma TAG hoje (Tag SCARLET MOON BLOGGER AWARD) que eu respondi há dois dias. Mas o convite dela não foi o de responder à TAG. Ela fez apenas uma pergunta e indicou alguns Blogs, entre os quais o meu, para responder a essa única […]



28.05.2016

premio_scarletmoonlogo

 

Meu querido amigo Cláudio El-Jabel do Blog UNOBTAINIUM indicou-me para responder a essa TAG. Eu já a respondi em 2 ocasiões: Scarlet Moon Blogger Award em 21/10/2015 e TAG Scarlet Moon Blogger Award em 06/11/2015. Mas não poderia deixar de responder à indicação do Cláudio, que é uma pessoa muito querida e que se tornou um grande amigo, uma pessoa por quem nutro um grande amor e admiração.

Vou responder às mesmas perguntas que o Cláudio respondeu. Seguem as respostas:

1 – Qual a sua maior qualidade?

Sou uma pessoa muito crítica e, como tal, não tenho grande facilidade de falar sobre as minhas qualidades. Mas creio que minha maior qualidade seja a honestidade. Tenho dificuldade para mentir. Busco ser sincera, transparente nas minhas relações. E, com isso, vem enorme sofrimento, porque vivemos em um mundo de hipócritas, onde as pessoas que mentem e enganam são aquelas que se dão bem.

 

2 – Como lida com a solidão? Fez ou faz parte da sua vida?

Sou uma pessoa essencialmente solitária. Mesmo quando estou cercada por pessoas, sinto-me extremamente sozinha. Tenho receio de me expor ao extremo, porque, normalmente, acabo me magoando. Não falo todos os meus pensamentos, porque a maioria das pessoas não compreende. Então, sinto-me só no meu mundo particular. Talvez os únicos momentos em que não me sinta sozinha são aqueles em que estou com meus filhos, porque com eles posso ser transparente e sei que eles me conhecem e me entendem dentro das limitações das idades e das vivências dos dois.

 

3 – Já abriu mão de algum sonho?

Inúmeros. A vida é feita de escolhas e nem todas elas são compatíveis. Meus filhos são as maiores alegrias da minha vida. Mas ter filhos implica em abrir mão de muitas coisas. Precisamos ter mais responsabilidade, correr menos riscos, tomar decisões mais seguras e ponderadas. Há inúmeras almas guardadas em mim que nunca poderão se manifestar, que terão que ficar mudas e aprisionadas até o fim dos meus dias.

– Sílvia Souza

Sonnenblume_02_KMJ

  Meu querido amigo Cláudio El-Jabel do Blog UNOBTAINIUM indicou-me para responder a essa TAG. Eu já a respondi em 2 ocasiões: Scarlet Moon Blogger Award em 21/10/2015 e TAG Scarlet Moon Blogger Award em 06/11/2015. Mas não poderia deixar de responder à indicação do Cláudio, que é uma pessoa muito querida e que se tornou um grande amigo, uma pessoa […]



26.05.2016

Banner Tag

 

O meu querido amigo Alex André do Blog Lendo Muito !!! indicou-me para essa TAG, Doenças Literárias. Achei bastante interessante e vou tentar responder. Obrigada, Alex, por sempre se lembrar de mim!

 

1. DIABETES – Um livro muito doce

6278144

Esse livro contém a mais bela declaração de amor que eu já vi. No final da vida, após mais de 50 anos de casados, André Gorz escreve esse pequeno livro, contando sua vida com a esposa. Na época do livro, ela tinha 82 anos e sofria de uma doença degenerativa que causava grande sofrimento. Mas ele não suportava a ideia de sua vida sem ela. Eles são encontrados mortos juntos. É uma obra que fez com que eu acreditasse que um amor poderia durar uma vida inteira. Lindo!

 

 

2. CATAPORA – Um livro que já leu para nunca mais na vida

9788528612912

Esse livro foi lido quando eu participava de um Clube de Leitura. Ele foi sugerido como uma leitura muito divertida. Pode ser que eu não tenha compreendido ou entrado no clima da leitura. Mas não gostei nem um pouco!

 

 

3. CICLO MENSTRUAL – Um livro que você lê constantemente

5558389_1GG

Sou apaixonada por Fernando Pessoa. Toda sua obra é maravilhosa e costumo reler sempre seus poemas e as obras em prosa. Mas o Livro do Desassossego é a obra que mais gosto e já me ajudou em inúmeras reflexões e momentos difíceis da minha vida.

 

 

4. GRIPE – Um livro que se espalhou como um vírus

10818853

Eu até entendo o sucesso desse conto de fadas erótico. Mas não há valor literário nenhum. De qualquer forma, acho que a maioria das mulheres leu ou, ao menos, sabe do que se trata a história.

 

 

5. ASMA – Um livro que tirou seu fôlego

29182608

Não é um livro e sim uma Trilogia. Mas foi uma obra maravilhosa, que vale muito a pena e prende a atenção do início ao fim, em suas mais de 1.500 páginas.

 

 

6. INSÔNIA – Um livro que tirou o sono

10254852

Sou grande fã de Agatha Christie e já li todos os seus livros. Mas esse título foi o melhor entre todos e fez com que eu tivesse um pouco de medo por me envolver completamente na trama.

 

 

7. AMNÉSIA – Um livro que você leu, mas não se lembra muito bem

17404948

Quando essa coleção saiu, contendo obras de jovens escritores portugueses, eu comprei e li todos os títulos. Mas dessa leitura, absolutamente não me lembro.

 

 

9. DOENÇAS DE VIAGEM – Um livro que te leva para outra época/mundo/lugar

15823480

Todos os grandes clássicos possuem a capacidade de me transportar para outra época e local. Esse é um dos belos clássicos que li e que fez com que eu me identificasse com o sofrimento da personagem principal. Maravilhoso!

 

 

9. DESNUTRIÇÃO – Esquece de comer por estar lendo o livro

111561370_1GG

Uma das histórias mais envolventes que já li. Absolutamente maravilhoso!

 

 

– Sílvia Souza

Sonnenblume_02_KMJ

 

 

  O meu querido amigo Alex André do Blog Lendo Muito !!! indicou-me para essa TAG, Doenças Literárias. Achei bastante interessante e vou tentar responder. Obrigada, Alex, por sempre se lembrar de mim!   1. DIABETES – Um livro muito doce Esse livro contém a mais bela declaração de amor que eu já vi. No […]






%d blogueiros gostam disto:
DESIGN POR JESS