19.05.2016
Marinha Grande, Portugal

Marinha Grande, Portugal

 

Saber? Que sei eu?
Pensar é descrer.
—Leve e azul é o céu —
Tudo é tão difícil
De compreender!…

A ciência, uma fada
Num conto de louco…
—A luz é lavada —
Como o que nós vemos
É nítido e pouco!

Que sei eu que abrande
Meu anseio fundo?
Ó céu real e grande,
Não saber o modo
De pensar o mundo!

Fernando Pessoa (4-11-1914)

  Saber? Que sei eu? Pensar é descrer. —Leve e azul é o céu — Tudo é tão difícil De compreender!… A ciência, uma fada Num conto de louco… —A luz é lavada — Como o que nós vemos É nítido e pouco! Que sei eu que abrande Meu anseio fundo? Ó céu real e […]


Comentários desativados em Saber? Que sei eu?


18.05.2016
Maia, Grande Porto, Portugal

Maia, Grande Porto, Portugal

 

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer.

Fernando Pessoa

  Quem quer dizer o que sente Não sabe o que há de dizer Fala: parece que mente Cala: parece esquecer. Fernando Pessoa


Comentários desativados em Quem quer dizer o que sente


15.05.2016
Lourosa, Portugal

Lourosa, Portugal

 

Como a noite é longa!
Toda a noite é assim…
Senta-te, ama, perto
Do leito onde esperto.
Vem pr’ao pé de mim…

Amei tanta coisa…
Hoje nada existe.
Aqui ao pé da cama
Canta-me, minha ama,
Uma canção triste.

Era uma princesa
Que amou… Já não sei…
Como estou esquecido!
Canta-me ao ouvido
E adormecerei…

Que é feito de tudo?
Que fiz eu de mim?
Deixa-me dormir,
Dormir a sorrir
E seja isto o fim.

Fernando Pessoa (04-11-1914)

  Como a noite é longa! Toda a noite é assim… Senta-te, ama, perto Do leito onde esperto. Vem pr’ao pé de mim… Amei tanta coisa… Hoje nada existe. Aqui ao pé da cama Canta-me, minha ama, Uma canção triste. Era uma princesa Que amou… Já não sei… Como estou esquecido! Canta-me ao ouvido E […]






%d blogueiros gostam disto:
DESIGN POR JESS