Now reading

Ser mãe

Ser mãe
Ser mãe

Sinto falta de poder conversar essas coisas com você…

Meus filhos são a minha vida e você sabe disso. Vivi exclusivamente para eles por muitos anos. Mesmo tendo retomado minha vida profissional e rompido com a estrutura de vida que eu tinha, eles continuam sendo minha prioridade.

Mas é tão complicado, não é?

Não estamos falando de uma instituição. ‘Ser mãe’ não é como um instituto de educação. A ‘mãe’ é uma mulher, um ser humano, com receios, medos, incertezas, fraquezas, desejos próprios, tristezas e, como parte do ser humano, alguém que erra.

O pai e os filhos também são seres humanos.

Quando eu vejo as famílias mais antigas, dos nossos pais, por exemplo, fico com a impressão de que tudo era diferente e o peso que vinha com a maternidade era menor. Quantos da nossa geração tiveram avós que trabalhavam fora? Geralmente elas eram mães e donas de casa em tempo integral. E, ainda assim, cuidavam menos dos filhos do que fazemos hoje em dia. Digo cuidar no sentido de ficar em cima, resolver os problemas por eles, preocupar-se por tudo: alimentação, segurança, ver a lição de casa, ajudar a resolver os problemas com os amigos, na escola, de relacionamento, levar e buscar em cada atividade, que eles tenham o futuro garantido, que não sofram, que sejam felizes.

Está em nossas mãos tudo isso? Será que não estamos assumindo para nós uma carga grande demais? Será que isso não trará mais frustração para eles no futuro?

Tentamos criar mundos perfeitos. Os pais não podem se separar mesmo que não se amem mais. Aos filhos não pode faltar nada. Tentamos evitar que eles vejam os sofrimentos e tristezas que estão à nossa volta, para que não vivam angustiados. E eles se angustiam com aquilo que é postado nas redes sociais, as mentiras veiculadas livremente pela Internet, a facilidade de acesso a todo tipo de informação a um clique de distância.

As relações que eu tento estabelecer com eles são muito diferentes daquelas que eu tinha com meus pais. Não porque eu ache que a relação que tinha e tenho com meus pais seja ruim; apenas para tentar adaptar essa relação mãe-filhos ao mundo atual. Eu preciso ser mais amiga sem perder meu papel de mãe. Continuo impondo a hierarquia, o respeito, minhas decisões. Mas tenho que escutar mais, porque tudo muda rápido demais e eles precisam me ajudar a perceber as mudanças do mundo e adaptar minhas decisões baseado nisso.

Eu tenho que continuar sendo forte e demonstrando segurança quando eles precisam. Mas tenho que mostrar que sou humana e erro; reconheço e me desculpo pelos meus erros; tento corrigi-los e evitar que aconteçam de novo. Eles precisam ver que isso acontece com todos e temos que nos levantar após a queda e continuar caminhando. Eles já percebem isso e conseguem até me dar a mão para me ajudar a levantar. Eles já perceberam que falho em muitos momentos e tentam me proteger e resolver as situações que me afligem. E conseguem com muita frequência. Dessa forma, eles ganham autonomia emocional e nossa relação evolui para algo maior: uma interdependência de carinho e confiança.

Eles vivem as adaptações de um rompimento do casamento dos pais. E amadureceram com isso. Aprenderam a nos conhecer como seres independentes: o pai com suas qualidades e defeitos e eu, da mesma forma.

Eu queria ter a capacidade real de tirar todo o sofrimento de suas vidas e dar a felicidade de presente. Mas isso, simplesmente, não existe!

O sofrimento faz parte da vida humana e é o que faz com que valorizemos os momentos alegres e as conquistas. O caminho fácil demais acaba trazendo frustração e falta de objetivos.

E eu tenho que assumir a minha identidade como pessoa, um ser independente, que escolheu ser mãe, mas que ainda é mulher, profissional, quer ter sua privacidade, seus desejos, seus próprios sonhos e ideais.

E, talvez, dessa forma, eu consiga ensiná-los a ganhar autonomia e decidir o próprio destino para que eles consigam, no final, deixar brotar a felicidade verdadeira de dentro deles mesmos.

– Sílvia Souza

(21/04/2015)

Written by

2 Comments

Instagram
  • #anaïsnin #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #florbelaespanca #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #florbelaespanca #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #patríciareis #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #marcoaurélio #citações #reflexõesdesilviasouza