Educar é amar
Previous post
Now reading

Saúde: Diabetes Tipo 2

Saúde: Diabetes Tipo 2
Saúde: Diabetes Tipo 2

O que é diabetes tipo 2?

Todas as células do seu corpo precisam de açúcar para funcionar normalmente. O açúcar entra nas células com a ajuda de um hormônio chamado insulina, que é produzido pelo pâncreas. Se não houver quantidade suficiente de insulina ou se o corpo não estiver respondendo adequadamente à insulina produzida, o nível de açúcar no sangue sobe. Isso é o que acontece nas pessoas com diabetes.

Há dois tipos diferentes de diabetes. No diabetes tipo 1, o problema é que o corpo pára de produzir insulina ou produz em quantidades muito pequenas. No diabetes tipo 2, o problema que ocorre pode ser:

  1. as células do corpo não respondem à insulina
  2. o corpo não produz a quantidade necessária de insulina
  3. ambos

 

Quais são os sintomas do diabetes tipo 2?

Geralmente o diabetes tipo 2 não causa sintomas. Quando os sintomas aparecem, geralmente são:

  1. necessidade de urinar com maior frequência
  2. sede intensa
  3. visão borrada ou turva

 

Se o diabetes tipo 2 raramente causa sintomas, por que ele deve causar preocupação?

Mesmo que o diabetes tipo 2 não faça com que a pessoa se sinta doente, ele pode causar vários problemas de saúde muito sérios com o passar dos anos se não for tratado. Essa doença pode levar a:

  1. doença cardíaca, como infarto
  2. derrame
  3. doença renal, que pode levar à necessidade de diálise
  4. problemas de visão (ou até mesmo cegueira)
  5. dor ou perda da sensibilidade nas mãos e nos pés
  6. necessidade de amputação de dedos ou dos pés

 

Como posso saber se tenho diabetes tipo 2?

É possível ter diabetes ou intolerância à glicose e não apresentar sintomas. Muitas vezes, o diabetes tipo 2 apenas é diagnosticado quando começam a aparecer sintomas associados aos níveis elevados da glicemia por anos, como problemas visuais, nos rins e nos nervos. Se for deixado sem tratamento, pode acabar levando a cegueira, falência da função dos rins, com necessidade de diálise, amputação das pernas, problemas no coração, como infarto, ou derrame.

É importante fazer o diagnóstico de diabetes ou de intolerância à glicose para que sejam tomadas medidas para mudança no estilo de vida, na alimentação e até para que seja iniciada alguma medicação nos casos em que houver necessidade. Todas as pessoas sob risco devem fazer o exame para pesquisar diabetes.

Para descobrir se você tem diabetes tipo 2, você deve fazer um exame de sangue solicitado pelo seu médico que meça a quantidade de açúcar no sangue.

 

Quem está sob risco?

A idade e o fato de estar acima do peso são os principais fatores de risco para o Diabetes tipo 2. Os fatores de risco são:

  1. Idade acima dos 45 anos
  2. Índice de massa corpórea acima de 25 kg/m²
  3. Ter pai, mãe, irmão ou filho com diabetes
  4. Origem étnica (alguns povos apresentam maior incidência de diabetes)
  5. Antecedente de diabetes gestacional ou ter tido um filho nascido com mais de 4 kg
  6. Pressão elevada (acima de 140 x 90 mmHg)
  7. Valores baixos do HDL-Colesterol (abaixo de 35 mg/dl em homens e de 45 mg/dl em mulheres)
  8. Triglicérides elevados (acima de 250 mg/dl)
  9. Histórico de Síndrome dos Ovários Policísticos

 

Como fazer a pesquisa de Diabetes?

Há 3 exames de sangue que podem ser feitos para pesquisar os níveis de açúcar no sangue e fazer o diagnóstico de Diabetes:

  1. Glicemia de jejum: deve ser colhido de manhã cedo, após um jejum de 8 horas, no mínimo.
  2. Hemoglobina glicada: pode ser colhido em qualquer momento do dia.
  3. Teste de sobrecarga de glicose: o exame deve ser feito de manhã cedo, após um jejum de 8 horas. É colhido um primeiro exame em jejum e outro 2 horas após ingerir um líquido contendo 75 g de glicose.

Se a pesquisa inicial mostrar uma elevação dos níveis do açúcar do sangue, deve-se procurar o médico, para que ele avalie a necessidade de exames complementares e para que seja indicado o tratamento mais adequado em cada situação.

 

Como é tratado o diabetes tipo 2?

Há alguns remédios que ajudam a controlar o açúcar do sangue. Algumas pessoas precisam tomar comprimidos que ajudem o corpo a produzir mais insulina ou que ajudem a insulina a funcionar melhor. Outras pessoas precisam de injeções de insulina.

Em muitas situações, as pessoas com diabetes tipo 2 precisam de outros medicamentos para diminuir os outros problemas causados pela doença. Por exemplo, os medicamentos utilizados para reduzir a pressão arterial podem diminuir os riscos de um infarto ou derrame.

Os remédios não são a única arma para tratar o diabetes. A manutenção de atividade física regular, a redução do peso, a alimentação saudável e a interrupção do tabagismo também ajudam as pessoas com diabetes a se manterem mais saudáveis.

 

O diabetes tipo 2 pode ser prevenido?

Sim, o diabetes tipo 2 pode ser prevenido.

Para reduzir as chances do desenvolvimento de diabetes tipo 2, a coisa mais importante a se fazer é controlar o peso. Se você já tiver a doença, a perda de peso pode levar a melhorar a saúde e o controle do açúcar no sangue. A prática de atividade física regular também ajuda a prevenir ou controlar a doença.

Written by

4 Comments
  • Anas há muitas disse:

    Boa 🙂 dá sempre jeito saber mais 🙂 todas as semanas podias falar dos diversos distúrbios endocrinológicos e do teu dia-a-dia como médica 🙂
    beijo,
    Ana

    • Pensei em fazer exatamente isso, Ana…
      Acho que vou rever os textos do outro blog e que já estão prontos, fazendo correções e atualizações. Depois escrever sobre novas publicações e sobre minha rotina médica…
      Se você tiver alguma sugestão ou solicitação, aceito ideias…
      Beijo!

  • Jamirela disse:

    Excelente iniciativa o da postagem voltada para saúde, Silvia. Hoje me dia temos tanta fonte de informação, mas acabamos “aprendendo” da forma errada, e ficando mais encanados do que informados. Creio que ajudará muitos de seus leitores, assim como eu, a entender melhor

Deixe uma resposta

Instagram
  • #marcoaurélio #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #joséluíspeixoto #citações ##abraço #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza