Now reading

Saúde: Cetoacidose diabética

Saúde: Cetoacidose diabética
Saúde: Cetoacidose diabética

O que é cetoacidose diabética?

A cetoacidose diabética é um problema grave que pode acontecer em pessoas com diabetes quando são acumuladas no sangue substâncias químicas chamadas cetonas. Pode acometer tanto pessoas com diabetes tipo 1 quanto pessoas com diabetes tipo 2, mas é mais frequente no tipo 1. Isso acontece porque, nesse tipo de paciente, a produção de insulina é muito pequena ou inexistente. A insulina é o hormônio que permite as células do corpo usarem o açúcar como fonte de energia.

Normalmente, o corpo quebra as moléculas de açúcar para produzirem energia. Mas nas pessoas diabéticas que produzem muito pouca insulina, o corpo não consegue usar o açúcar e acaba usando a gordura como fonte de energia. A quebra das moléculas de gordura leva à produção de cetonas, que acabam sendo formadas em grande quantidade e seus níveis sobem muito no sangue. Nessa situação, elas podem ser tóxicas.

 

O que causa a cetoacidose diabética?

⇒ Quando uma pessoa com diabetes não está usando o tratamento adequado (talvez por não saber que tenha diabetes) e seu corpo começa a quebrar gordura para produzir energia.

⇒ Quando uma pessoa com diabetes tem uma doença associada ou uma infecção grave, tornando o tratamento insuficiente.

⇒ Uso de alguns remédios ou drogas ilegais por pessoas portadoras de diabetes.

⇒ Quando a pessoa com diabetes não está fazendo uso correto das medicações.

⇒ Quando a bomba de insulina não está funcionando bem.

 

Quais são os sintomas da cetoacidose diabética?

  1. Muita sede e ingestão de grandes quantidades de água.
  2. Urinar com muita frequência e em grande quantidade, inclusive à noite.
  3. Náuseas e vômitos.
  4. Dor abdominal.
  5. Cansaço importante.
  6. Dificuldade de concentração e de organização dos pensamentos.
  7. Hálito característico adocicado que lembra aroma de frutas.
  8. Perda de peso.

 

Deve-se avisar o médico caso estes sintomas estejam presentes?

Deve-se avisar o médico ou procurar um pronto atendimento o mais rápido possível.

 

Existe algum exame para diagnosticar a cetoacidose?

Existem exames de sangue e de urina capazes de identificar a presença de cetonas. Além disso, verifica-se a glicemia para que se saiba se a cetoacidose é causada por diabetes.

Como a cetoacidose pode levar a arritmias cardíacas, podem ser necessários outros exames complementares como eletrocardiograma.

 

Como a cetoacidose é tratada?

O tratamento é feito no hospital com o paciente internado e inclui:

♦ Líquidos e eletrólitos: o paciente geralmente está desidratado e haverá a necessidade de soro fisiológico para repor a falta de água; além disso, pode ser necessária a reposição de eletrólitos, como sódio e potássio.

♦ Insulina: quando o corpo tem a quantidade adequada de insulina, ele consegue usar açúcar em vez da gordura como fonte de energia.

 

 

Pode-se prevenir a cetoacidose diabética?

Pode-se reduzir as chances da ocorrência da cetoacidose diabética através do uso correto da insulina e das medicações prescritas pelo médico e da avaliação periódica dos níveis de glicemia.

 

 

Written by

Instagram
  • #gilbertcesbron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #catão #ocensor #citações #romaantiga #reflexõesdesilviasouza
  • #françoisehéritier #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #jorgeluisborges #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza