Now reading

Quem sou

Quem sou
Quem sou
Eu estive lendo alguns e-mails antigos nossos (já te contei isso…).

Em um deles, você escreveu uma coisa que na verdade você me falou incontáveis vezes: que você tinha me escolhido.

Que não era para ter a ilusão de que eu é que tinha te conquistado; que só tinha acontecido alguma coisa entre nós porque você quis.

Acho natural. Na verdade, acho que na maioria das vezes, apenas acontece algo entre duas pessoas porque as duas querem (ao menos é assim que deveria ser…).

De qualquer forma, fiquei me imaginando como sou…

Sou super tímida e nunca acreditei muito no meu poder de sedução, mesmo sendo bonita.

Nunca dei em cima de um homem, no sentido de querer mostrar a ele que estou interessada.

Se algum homem esperar isso de mim… mesmo que ele seja o grande amor da minha vida… vamos morrer sozinhos, apenas sonhando em conversarmos…

Sou bonita, mas pouquíssimo atraente a um primeiro olhar.

Sou séria demais, fechada demais. Não encaro ninguém. Não olho as pessoas à minha volta.

Talvez eu seja assim por enxergar mal, por ser tímida e por ser péssima fisionomista.

Raramente alguém se interessa por mim antes de ter conversado comigo, me olhado nos olhos e visto meu sorriso.

Depois dessas 3 coisas, sei que as portas se abrem para que alguém me ame. Nunca antes disso.

Se vou almoçar sozinha em algum lugar, eu me sento, faço meu pedido e fico lendo enquanto espero. Fico fechada para o mundo à minha volta. Sempre fui assim. Já desejei ser diferente, mas há coisas que não mudam. São algumas características tão nossas, que se mudássemos seríamos, na verdade, outra pessoa ou atores ou seres extremamente falsos. E não seria possível nenhum dos 3 para mim.

Às vezes, fico pensando se algum dia outra pessoa vai entrar na minha vida… e acho que não!

Por tudo isso… porque não estou mais na escola… não convivo e não interajo com pessoas fora do meu ambiente profissional… experiências inovadoras e modernas não foram boas…

Eu me fecho nesse meu mundo interior, cercada de sonhos, livros, histórias, imaginação…

E só tenho a te agradecer por, um dia, ter me escolhido!

– Sílvia Souza

(15/06/2015)

Written by

8 Comments
  • M.Raydo disse:

    A beleza se esvai com o tempo, o que fica é o que se carrega por dentro?! Sim! Com certeza, mas que mal há em aproveitá-la ao máximo?! Se bem que a timidez é uma barreira danada e ergue barreiras complicadas de ultrapassar. Outros se permitirão um dia e o que foi, já foi! Ficará na lembrança quase esquecida.

    • Sílvia Souza disse:

      Já pensei tanto a respeito…
      Sobre no que é possível mudar, no que eu QUERO de fato mudar… e o que eu quero esquecer ou apenas deixar guardado…
      O maior problema está aí, eu acho… é a nossa vontade…

      • M.Raydo disse:

        Seja feita a sua vontade!!!rsrsrs É impossível saber se a roupa é boa sem experimentar, não é mesmo?! Vai que o mesmo se encaixa nesta situação? 🙂

  • Kally disse:

    Thank you for following me and I love how creative you are and the wonderful posts. I’ll be back to read more of it!!

  • sibilahonda disse:

    Muito bonito! Bj

  • carlos disse:

    Muito obrigado Silvia. Acho que uma pessoa mais aberta no sería voçe. E a min gostame como é voçe. Um beijo.

Instagram
  • #marcoaurélio #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #joséluíspeixoto #citações ##abraço #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza