Now reading

Parte 1: O inexplicável

Parte 1: O inexplicável
Parte 1: O inexplicável

Cada um tem seus motivos para tomar esta ou aquela decisão. Quem nunca errou? Quem nunca se desesperou? Quem nunca sentiu angústia? Alguém? Será que existe alguém que se julga acima dos outros? Não estou dizendo para ninguém reconhecer seus pecados em voz alta ou confessá-los publicamente. Estou justamente falando do íntimo, quando conversamos com nossa própria alma e vem aquele sentimento de culpa por algum pequeno delito cometido… alguém que magoamos… o farol vermelho que atravessamos… o compromisso que não desmarcamos… pequenas coisas (ou grandes… sei lá, cada um tem que conversar com seu íntimo e estabelecer o tamanho do pecado).

Tenho uma dificuldade imensa de avaliar meus próprios erros. Tenho uma tendência enorme de me culpar demais. Por tudo. Se duvidar, acabo me sentindo culpada por todos os desastres que acontecem no planeta. Sou dura demais comigo. Mas algumas vezes, acho que tenho mais bondade em mim do que de fato tenho. Acho que já cometi todos os pecados capitais. E talvez tenha desacatado todos os 10 mandamentos também. Quem sabe?

Justamente porque sou assim, — a pessoa politicamente incorreta tentando ser o melhor possível para tornar o mundo um lugar melhor — tento não condenar tanto as outras pessoas. Conheço um montão de gente que gosta de olhar mais para a vida dos outros do que para a sua vida, tudo para evitar encarar os próprios problemas.

Olho para dentro de mim o tempo todo. Às vezes, tenho medo do que vejo. Na maioria das vezes, fico em paz e tento entender meus pequenos delitos.

E foi assim, nesse vai e vem de pecados e redenções, que aconteceu. Foi de uma forma incoerente e inexplicável que conheci uma pessoa que mudou minha vida. A vida pode ter infinitos enigmas que jamais conseguiremos entender. Ninguém se perguntou por que em um determinado dia e horário seu caminho cruzou com uma determinada pessoa que mudou todo seu destino dali para a frente? E se esse alguém tivesse pegado um congestionamento e se atrasasse? Nunca teriam se encontrado e as vidas teriam rumos diversos.

Não acredito em Deus, nem em fatalidades, nem em predestinações. Mas que existem acontecimentos interessantes em nossas vidas… ah! disso eu não duvido. É estranho, não é? E estes acontecimentos são os que mais ajudam a tornar a vida especial, única e extraordinária (acho que as três palavras têm quase o mesmo significado… não têm?).

E fico pensando… somos mais de 7 bilhões de pessoas no mundo… por que, afinal de contas, fui conhecer essa pessoa que deu tanto significado a cada uma das minhas ações? Ela não mora perto, não fala a mesma língua, não tem a mesma idade que eu, nem a mesma história ou cultura… nada, nada, nada é parecido. Talvez a sensibilidade e a amizade que surgiu das diferenças. As diferenças podem trazer admiração, não é verdade? Justamente por não compreendermos como alguém conseguiu superar todas as adversidades que surgiram em sua vida… E aí a gente para pra pensar que não sabe se conseguiria dar conta de enfrentar os problemas da mesma forma… E é claro que a gente se esquece de olhar para as próprias adversidades superadas… E o outro passará a nos admirar exatamente por isso…

O mundo é interessante. E, de repente, estamos todos conectados. É claro que existem os países que vivem guerras ou ditaduras e os cidadãos estão isolados de todo o resto da humanidade. É claro que a internet não chegou a todos os cantinhos isolados no planeta. Mas acho que já permitiu criar uma rede imensa. Não é? Não sei as estatísticas do número de pessoas que se conecta diariamente ou com certa frequência…

E assim foi… mais de 7 bilhões de pessoas… encontrei alguém que mudou minha vida. Creio que tenha sido para melhor.

Um dia, há mais de um ano, recebi uma mensagem escrita em outra língua… uma língua que eu entendo e aprecio, mas que não é a minha…

 

(Obs: Este é um texto fictício de minha autoria e que será continuado.)

 

Written by

2 Comments

Deixe uma resposta

Instagram
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #cesarecantú #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #thubtenchodron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #lamatseringeverest #citações #budismo #reflexõesdesilviasouza