Now reading

Oscar 2017: “Kubo e as cordas mágicas” (2016)

Oscar 2017: “Kubo e as cordas mágicas” (2016)
Oscar 2017: “Kubo e as cordas mágicas” (2016)

 

Título original: Kubo and the Two Strings

Indicações ao Oscar:

  • Animação
  • Efeitos Visuais

Assisti a esta animação no Now. Foi produzida pelo estúdio Laika Entertainment, a mesma que produziu Os Boxtrolls (2014), ParaNorman (2012), Coraline e o Mundo Secreto (2009) e A Noiva Cadáver (2005). O estúdio é americano, mas a história contada se passa no Japão.

O filme tem início com uma mãe fugindo com o filho bebê em uma canoa, no meio do mar. O barco é destruído por uma onda gigantesca e mãe e filho são jogados em uma praia deserta. O bebê é Kubo, que na cena seguinte já tem seus 10 anos e ajuda a cuidar da mãe que enfraquece cada vez mais. Eles se escondem do avô materno, que é o Rei da Lua, e pretende roubar o único olho que Kubo ainda tem (o outro olho já fora retirado pelo avô e as tias). Depois dos 10 anos se escondendo, Kubo acaba sendo encontrado e precisa fugir. Ele parte em busca da armadura do pai, que é o que pode defendê-lo.

A história tem muita magia e aspectos de fantasia. Mas da mesma forma que as outras produções do estúdio, também é escura e sombria. O roteiro do filme é muito bom e a qualidade da animação também. O enredo é bonito, sensível e transmite uma boa mensagem. Mas não é um filme propriamente infantil; talvez enfoque o público adolescente e adulto.

“If you must blink, do it now. Pay careful attention to everything you see and hear, no matter how unusual it may seem. And please be warned: If you fidget, if you look away, if you forget any part of what I tell you – even for an instant – then our hero will surely perish.”

[Se você precisa piscar, faça agora. Preste muita atenção a tudo que você vê e ouve, não importa o quão incomum possa parecer. E, por favor, fique atento: se você se afligir, se olhar para outro lado, se esquecer alguma parte do que eu lhe disser – mesmo por um instante – então nosso herói certamente perecerá.]

– Sílvia Souza

 

Written by

Instagram
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #lamatseringeverest #citações #budismo #reflexõesdesilviasouza
  • #honorédebalzac #citações #trechosliterarios #amulherdetrintaanos #reflexõesdesilviasouza
  • #edmundburke #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #rubemalves #citações #reflexõesdesilviasouza