Now reading

Medicina e Saúde: Meu filho é baixo

Medicina e Saúde: Meu filho é baixo
Medicina e Saúde: Meu filho é baixo

Como saber se uma criança está abaixo do normal na altura?

O médico que acompanha a criança pode dizer. Ele faz a verificação da altura da criança e compara com de outras crianças da mesma idade e sexo, através de curvas de crescimento ou através de cálculos de desvio-padrão. Se a criança estiver muito mais baixa do que as outras do mesmo sexo e idade, pode-se dizer que a criança tem Baixa Estatura.

Em cada avaliação médica, é feita a aferição da altura. Dessa forma, consegue-se saber se o crescimento da criança acompanha a curva normal de crescimento.

Normalmente, as crianças crescem bastante nos primeiros dois anos de vida. Depois, a velocidade de crescimento diminui bastante até que tenha início a Puberdade. Este é o termo que designa o período de mudanças que ocorrem no corpo das crianças quando elas chegam à adolescência. Na Puberdade, as crianças crescem muito em pouco tempo e esse crescimento acelerado é chamado de “estirão puberal”.

 

Se a criança for baixa, significa que ela tem um problema médico?

Provavelmente não. A maioria das crianças que são baixas é saudável e não tem nenhuma doença. Elas podem ser baixas devido a:

♦ Um ou ambos os pais são baixos. Se um dos pais da criança for baixo, existe uma grande chance dela ser baixa também.

♦ Ela pode estar crescendo mais lentamente do que o normal. Essa situação é chamada de “atraso de crescimento”. Nesse caso, essa criança terá o estirão puberal mais tarde do que as outras crianças da mesma idade, mas ela terá uma altura normal na vida adulta.

♦ Ela pode ter tido o estirão puberal mais cedo. Algumas crianças crescem muito rápido e iniciam a puberdade mais cedo, com o estirão acontecendo antes das outras crianças. Por uma fase, essas crianças serão mais altas do que as outras; mas elas param de crescer antes a as outras crianças acabam ficando mais altas.

 

Algumas crianças baixas podem ter problemas de saúde. Vários problemas podem causar diminuição da velocidade de crescimento e baixa estatura. Alguns desses problemas são:

♦ Crianças muito magras ou desnutridas

♦ Problemas de saúde crônicos afetando o sistema digestivo, ou o sistema respiratório, ou o sistema cardiovascular, ou os rins, ou outros tipos de doenças crônicas.

♦ Deficiência do Hormônio de Crescimento: crianças que não produzem o hormônio de Crescimento (GH) na quantidade necessária. O GH é produzido pela glândula Hipófise, localizada no cérebro. O GH é importante para o crescimento e para o desenvolvimento dos músculos.

©2017 UpToDate®

 

♦ Problemas genéticos (mutação de alguns genes que podem causar Baixa Estatura)

 

A criança com baixa estatura precisa fazer exames?

Talvez. O médico faz a avaliação inicial, perguntando pelos antecedentes da criança e pela história dos familiares. Depois o médico examina a criança. Havendo necessidade, o médico pode solicitar:

  • Exames de sangue – com esses exames, pesquisam-se várias doenças, inclusive o GH e outros hormônios
  • Raio X das mãos e punhos para avaliação da Idade Óssea

 

Haverá necessidade de algum tratamento?

Isso dependerá da causa da Baixa Estatura. Se a criança estiver baixa devido a uma doença que tenha sido identificada, pode ser necessário algum tratamento específico.

Quando se identifica a falta de GH, indica-se o tratamento com este hormônio para ajudar no crescimento. Em algumas situações, pode-se indicar o uso do hormônio de crescimento para crianças com outros problemas de saúde, como algumas doenças genéticas ou algumas doenças crônicas para ajudar no crescimento quando já houve um prejuízo muito grande.

O tratamento com hormônio de crescimento é feito com uma injeção diária da medicação por muitos anos. E, no caso de uso do GH, deve-se fazer acompanhamento periódico com avaliação clínica e com exames de sangue.

 

O tratamento com hormônio de crescimento é usado em crianças que não tenham deficiência de GH?

Normalmente não. Quando não é deficiência de GH, seu uso está indicado em casos muito específicos. Isso acontece porque: 

♦ O GH não faz a criança crescer muito mais do que sua previsão de altura; se houver algum aumento da altura ao final do crescimento, estima-se que seja de, no máximo, 4 a 6 cm. Uma criança baixa não ficará alta por causa do uso do GH.

♦ O tratamento é muito caro e não é fácil, já que a medicação é administrada com injeções diárias.

♦ Ser baixo, geralmente, não é um problema para a criança e os pais podem ajudar a criança a perceber isso; uma criança baixa terá uma vida absolutamente normal e feliz.

 

Há alguma coisa que os pais devem fazer?

♦ Prover uma alimentação adequada em quantidade e qualidade. Se houver dificuldade, o médico e/ou o nutricionista podem ajudar.

♦ Ajudar a criança a se sentir bem consigo mesma, com boa auto estima e confiante; enfatizar as qualidade e não focar na questão da altura, como se isso fosse alguma qualidade essencial.

 

 

Written by

Instagram
  • #gilbertcesbron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #catão #ocensor #citações #romaantiga #reflexõesdesilviasouza
  • #françoisehéritier #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #jorgeluisborges #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza