Now reading

Livro “O Homem Que Venceu Auschwitz” de Denis Avey e Rob Broomby

Livro “O Homem Que Venceu Auschwitz” de Denis Avey e Rob Broomby
Livro “O Homem Que Venceu Auschwitz” de Denis Avey e Rob Broomby

Título original: “The Man Who Broke Into Auschwitz”

Primeira publicação: 26/05/2010

Editora: Nova Fronteira (2011)

ISBN13: 9788520926659

Sinopse: Este livro conta a história real de um soldado britânico que se infiltrou no campo de concentração de Auschwitz. No verão de 1944, Denis Avey trabalhava num campo de prisioneiros de guerra próximo ao campo de concentração de Buna-Monowitz, conhecido como Auschwitz III. Já tinha ouvido falar da brutalidade no tratamento dos prisioneiros de lá e estava determinado a testemunhar o que podia. Traçou, então, um plano para trocar de lugar com um prisioneiro judeu e infiltrou-se no campo de concentração, onde foi a testemunha ocular da barbárie que lá ocorria. Durante muitas décadas, Avey não se sentiu preparado para relatar a experiência do passado, porém, aos 91 anos, procura revelar neste livro tudo o que presenciou.

Vou falar já de cara minha opinião sobre o livro: gostei muito; e fiquei decepcionada.

Como é possível?

Vou tentar explicar. Denis Avey foi um soldado britânico durante a Segunda Guerra Mundial. Ele demorou muito para contar sua história. Rob Broomby foi um jornalista que se interessou de verdade pelo que ele tinha a dizer e escreveu o livro junto com Denis, contando toda a história de sua vida, desde a partida da Inglaterra para lutar no combate que acontecia na Europa.

Ele narra todo o processo, da volta em toda a África, da entrada pelo norte da África, dos combates do deserto, lutando contra o exército italiano. Ele relata as estratégias, o dia a dia, as dificuldades, não só dos combates, mas também de sobrevivência, como a escassez de água e de comida, como tinham que dormir ao relento, cobertos pelas areias e assim por diante. São coisas nas quais não pensamos a respeito.

Ele acabou sendo preso pelo exército alemão, ainda na África. Após algumas tentativas frustradas de fuga, acabou sendo levado para um campo de concentração destinado ao prisioneiros de guerra que ficava no complexo de Auschwitz na Polônia.

Todo o relato que ele faz sobre a sobrevivência no campo, os trabalhos forçados, os maus tratos que presenciou (especialmente contra os judeus), é algo já conhecido. Mas ele conta o que ele viu diretamente; não é algo impessoal lido apenas nas estatísticas de guerra. E empatizar com essa vivência real é algo chocante e incômodo. Principalmente por ser contado de forma clara e direta, sem meias palavras, sobre todas as coisas que se passavam lá. É claro que ele, como um prisioneiro de guerra, embora não fosse bem tratado, não era tratado como os judeus, que tinham um tratamento abaixo de desumano.

Então, por toda a narrativa, achei o livro muito interessante. O que me decepcionou foi algo que não achei condizente com a chamada do título. Sei que existem as estratégias de venda e o interesse em chamar atenção para o produto. Mas não gosto da sensação de me sentir um pouco ludibriada. O que vou escrever pode ser um pequeno spoiler, mas não acho que estrague nada tão essencial do livro; afinal, sabemos que ele esteve preso e que saiu e está vivo até hoje para contar a história.

O que me frustrou um pouco foi que o episódio em que ele troca de roupa com o prisioneiro judeu para conhecer pessoalmente o campo de Auschwitz III durou apenas uma noite. Ele chegou a repetir mais uma vez, com mais uma noite de duração. Ele pode sentir um pouco do tratamento dado aos judeus nesses dois episódios e foi algo muito corajoso (ou estúpido) de ser feito. Mas eu imaginei que ele tivesse vivido mais tempo lá.

Como disse, não tira o valor do livro para aqueles que gostam de ler sobre esse capítulo brutal da história humana, que foi a Segunda Guerra.

– Sílvia Souza

Written by

Instagram
  • #marcoaurélio #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #joséluíspeixoto #citações ##abraço #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza