TAG Hábitos de Leitura
Previous post
Now reading

Livro “A Insustentável Leveza do Ser” de Milan Kundera

Livro “A Insustentável Leveza do Ser” de Milan Kundera
Livro “A Insustentável Leveza do Ser” de Milan Kundera

Título Original: Nesnesitelná lehkost bytí

Primeira Publicação: 11-1984

Editora: Companhia das Letras (04-07-2008)

ISBN: 8535912517 (ISBN13: 9788535912517)

Sinopse: Lançado em 1982, este romance foi logo traduzido para mais de trinta línguas e editado em inúmeros países. Hoje, tantos anos depois depois de sua publicação, ele ocupa um lugar próprio na história das literaturas universais: é um livro em que o desenvolvimento dos enredos eróticos-amorosos conjuga-se com a extrema felicidade à descrição de um tempo histórico politicamente opressivo e à reflexão sobre a existência humana como um enigma que resiste à decifração – o que lhe dá um interesse sempre renovado. Quatro personagens protagonizam essa história: Tereza e Tomas, Sabina e Franz. Por força de suas escolhas ou por interferência do acaso, cada um deles experimenta, à sua maneira, o peso insustentável que baliza a vida, esse permanente exercício de reconhecer a opressão e de tentar amenizá-la.

Nos anos 60 em Praga, Tchecoslováquia, Tomas é um médico totalmente apolítico, que tem como hobby ter diversas parceiras sexuais, mas evitando sempre um maior envolvimento. Mas duas mulheres: Sabina, uma artista plástica, e Tereza, uma empregada de mesa, que sonha em ser fotógrafa, vão estar muito presentes na sua vida. Mas ao serem atingidos pelos acontecimentos de 1968, conhecido como “A Primavera de Praga”, quando tanques soviéticos invadiram a capital tcheca para por fim a uma série de protestos, a vida deste triângulo amoroso é afetada, pois os seus sonhos são destruídos e as suas vidas mudam para sempre.”

 

Há os livros que não me agradam e entre esses estão aqueles que eu abandono (porque acho que não vale o tempo dedicado à leitura) e os que eu termino apenas para confirmar que o livro não me agrada. Há os livros de que gosto, mas que não teria feito falta se eu não tivesse lido. E há os livros que eu gosto MUITO ou adoro. São as obras que mudam algo em mim, que me fazem refletir.

Esta é, definitivamente, uma obra que pertence ao último grupo.

Existe um filme de 1988, com Daniel Day-Lewis e Juliette Binoche. Mas não vi e não verei. Porque tenho certeza que assistir a esse filme vai estragar minha leitura. Não creio ser possível (nem pelo melhor diretor) colocar em um filme todos os questionamentos que o livro traz.

O livro está muito além de um mero triângulo amoroso. Ele é muito mais do que a descrição de infidelidades e sofrimentos.

Em meio à invasão da República Tcheca pela União Soviética, que veio com o controle absoluto, repressão, torturas, desaparecimentos, existem todos os questionamentos sobre relacionamentos, amor, sexo, confiança. Estão traumas de infância. Abandono, reaproximação, honra. Acho que posso passar muito tempo enumerando tudo o que o livro aborda e não conseguirei dizer tudo.

Tomas é um médico (cirurgião), totalmente dedicado à profissão, bem conceituado, íntegro, que manteve sua opinião e posição, mesmo com as ameaças do governo russo. Por conta disso, teve que abandonar a medicina e se tornou lavador de janelas. Apesar de ser uma pessoa correta e de amar Tereza, ele tem a necessidade de se encontrar com mulheres diferentes sempre; era um vício. Mesmo tendo consciência que isso magoava Tereza. Tinha um filho de um primeiro casamento de quem se afastou completamente, apesar das insistências do filho tentando uma reaproximação. São as incongruências dos seres humanos; ninguém é totalmente bom ou totalmente mau. Ele podia ser odiado por seus pecados? Não. Ele podia ser idolatrado por suas qualidades? Também não.

Tereza tinha vários problemas com a mãe e o padastro. Foi viver com Tomas sem nem mesmo conhecê-lo. Ela era fiel a ele e fazia tudo por ele. Mas ela não pediu licença para entrar em sua vida e ele fez tudo para satisfazê-la, inclusive voltar de Genebra para uma Praga invadida, o que o obrigou a abandonar a profissão. Mas ela não reconhecia essa entrega dele. Sempre havia insatisfação e sofrimento.

São personagens maravilhosos. E cada parte do livro mostra o ponto de vista de um deles, o que torna toda a narrativa ainda mais interessante.

Cada um deles em busca da satisfação dos próprios desejos e da resolução das angústias. Existem as visões superficiais de alguns personagens; a vida com seus aspectos fúteis.

Estou aqui tentando deixar um pouco do meu entusiasmo por essa leitura que me arrebatou completamente. Mas sei que estou falhando; não conseguirei descrever nem 10% da beleza desse livro.

Fica minha dica a quem quiser refletir um pouquinho sobre nossa existência.

 

– Sílvia Souza

Written by

1 Comment

Instagram
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #lamatseringeverest #citações #budismo #reflexõesdesilviasouza
  • #honorédebalzac #citações #trechosliterarios #amulherdetrintaanos #reflexõesdesilviasouza
  • #edmundburke #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #rubemalves #citações #reflexõesdesilviasouza