Now reading

Infidelidade – Introdução

Infidelidade – Introdução
Infidelidade – Introdução

Eu não sei se alguém lê o que escrevo. Talvez alguns. Mas não sei nada sobre a vida de nenhum deles. Pelo pouco que vejo, a maioria é mais jovem do que eu.

Escrevo aqui para refletir sobre aspectos complicados da minha vida e de outras vidas. É uma forma de organizar minhas ideias e meus sentimentos.

Não tenho respostas. Apenas perguntas.

Não faço pregações de nenhuma forma, nem políticas, nem religiosas. Não tenho definições de certo e errado. E não gosto muito que queiram me dar respostas prontas. Elas não existem.

Eu assisti a um vídeo recentemente no canal TED no YouTube. Foi uma palestra proferida pela terapeuta belga Esther Perel e se chama “Why Happy Couples Cheat”. Achei excepcional!

Eu tenho alguma experiência de vida. E, quanto mais eu vivo e reflito, mais eu me dou conta do significado vazio que está contido em palavras como SEMPRE e NUNCA. A vida não é feita de certezas. Mesmo que não sejamos capazes de nos enxergar fazendo algo como roubar, matar ou trair. Apenas podemos ter certeza de nossas atitudes quando estivermos realmente vivenciando situações extremas.

Vou usar esse meu espaço para escrever um pouco sobre situações de infidelidade. Todas as publicações serão contos meus, frutos da minha imaginação, mas todas elas baseadas em situações reais, semelhantes de alguma forma.

Eu encaro o tema INFIDELIDADE quase da mesma forma como encaro o SUICÍDIO. São temas que ninguém quer abordar, quase proibidos. Muitas pessoas fazem de conta que a infidelidade não existe. É melhor não saber. Mas, ao contrário do suicídio (ainda bem), a infidelidade é MUITO frequente. E as pessoas usam definições diferentes, como uma forma de se eximir de qualquer culpa.

Mas acho que a vida alucinante que vivemos hoje em dia, os prazeres passageiros, as mágoas que causamos, tudo isso precisa ser pensado e revisto.

– Sílvia Souza

(21-08-2015)

Written by

19 Comments
  • M.Raydo disse:

    É isso! Força total! Estarei atento e ansioso por aqui! 🙂

  • talison disse:

    Agora vou ser seu leitor número 1! Olha, gosto muito da meneira como vc escreve… continua com esses relatos, eles são ótimos! Ah, e concordo contigo… as pessoas muito mal se atrevem a tocar no tema “infidelidade”! E olhe que é mais frequente do que imaginamos! Nas melhores famílias kkkk! Dia desses uma pessoa que admiro MUITO me disse que é uma forma de “salvar casamentos”. Foi um choque pra mim, pois soube que acontecia no casamento dessa pessoa… e o pior, ela estava me contando! 😤 Discordo totalmente.
    Abs

    • Sílvia Souza disse:

      Obrigada!!! Por ler, pelo elogio e pelos comentários!

      Você sabe o que eu acho que salva casamentos? Diálogos! Muita conversa… Conversas sinceras, abertas.

      • talison disse:

        Pois é! Sílvia, depois que essa pessoa me contou… eu fico imaginando o que se passa no casamento dela! Pois eu não entendo! Eu não sou casado, não tive nenhum experiência que se aproximasse disso… mas maturidade eu acho que tenho. Pouca, mas tenho! E não concordo com isso! Imagina dormir na mesma cama com uma pessoa vc acha que conhece… mas não conhece, porque ela tem vários segredos! É coisa de filme! Talvez um dia eu tome coragem e questione o que motivou a pessoa a fazer isso! 😕

  • Caramba, muito boa essa palestra mesmo! Esperarei ansiosa pelos contos… Posso publicar esse seu post no meu blog? Beijo

  • Ei ei Sílvia, eu posso ser mais jovem , mas eu leio sim ! E acredite também possuo mais questões pendentes do que respostas .
    Te acho mega interessante e cheia de pontos de vista, vou querer acompanhar os contos .

    ———————–

    Rever o mau que causamos , necessário , imprescindível se quisermos aprender algo com os erros , vou assistir a palestra ;D

  • Leio sempre e de fio a pavio, se é diz isso ainda. Ps: seu blog sempre pede o preenchimento de formulário.

    • Silvia Souza disse:

      Oi, Mariel!
      Eu sei que você está sempre aqui… me fazendo companhia virtual…
      Não se chateia com minha forma de escrever não…
      Fico muito, muito, muito contente com as suas visitas…
      Só fiquei triste de saber que você tem que preencher o formulário sempre. Achei que isso não estivesse mais acontecendo.
      Desculpe-me! Vou falar com a Jess, que montou o blog pra mim.

    • Silvia Souza disse:

      Não fica chateado, tá?
      Esse texto é já um pouco antigo… e resolvi republicar os textos que escrevi sobre Infidelidade…

  • Srtabrito disse:

    Claro que leio, e vou aguardar ansiosamente os textos, tenho certeza que vai arrasar, como sempre. Adoro sua autenticidade, chega a parecer um desabafo, um clamor. Gosto disso. Suave e forte ao mesmo tempo. Risos. Beijo linda

  • Eu leio o que escreves 🙂 Fico à espera dos contos! ANIMA-TE!!!!

  • Mariana Gouveia disse:

    Também leio e se às vezes não comento é pela correria. Mas sempre seus textos me chamam à reflexão, o que combina bem com o nome.
    (às vezes, angústia também, como o de ontem e nesses momentos eu só queria dar colo, olhar no olho, conversar)
    O tema é bem complexo e não vou alongar nele. Mas, tô aqui.
    Beijos
    Ah e também tenho de preencher formulário 🙂

    • Silvia Souza disse:

      Obrigada pelo que você escreveu… sou grande admiradora da sua sensibilidade…
      Eu sei bem que nem sempre dá para comentar… sei que nosso dia a dia é muito corrido… isso acontece comigo também.
      E fiquei chateada de saber que tem que preencher o formulário também… vou tentar falar com a Jess nessa semana para saber se há uma forma de corrigir isso…
      Beijo grande!
      🙂

  • Oliveirawa disse:

    Um tema que realmente nos faz pensar, no sentido, na busca, nos traumas da própria existência. O equilibrio que tanto buscamos através de um diálogo franco e aberto. Parabéns pelo conteúdo Silvia.

    • Silvia Souza disse:

      Talvez eu consiga apontar apenas questionamentos… mais perguntas e nenhuma resposta…
      Acho que tem um pouco da vivência que mostra que não há nada absoluto… que as histórias tem múltiplas facetas…
      Obrigada por passar por aqui!
      Um lindo dia!

Instagram
  • #catão #ocensor #citações #romaantiga #reflexõesdesilviasouza
  • #françoisehéritier #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #jorgeluisborges #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #cesarecantú #citações #reflexõesdesilviasouza