Now reading

Filme “Truman” (2015)

Filme “Truman” (2015)
Filme “Truman” (2015)

 

Quando um dos atores de um filme é Ricardo Darín, confesso que já crescem minha expectativa e meu desejo de assisti-lo. Esse ator argentino de 59 anos já mostrou sua imensa capacidade de construção de personagens; e demonstrou um caráter raro ao se negar a se rebaixar ao cinema de Hollywood e sua oferta de papeis quase ofensivos aos atores latinos.

Com ele, tive a felicidade de ver: Relatos Selvagens, Tese sobre um homicídio, O que os homens falam, Um conto chinês, O segredo dos seus olhos, A dançarina e o ladrão.

Novamente, estava eu alugando um filme sem ter ideia da história que seria contada. Truman é o nome do cachorro de Julián (personagem de Ricardo Darín). Logo no início do filme, percebemos que ele tem um câncer terminal, que não respondeu a nenhum tratamento e resolve interromper tudo e esperar pela morte. E ele parece sereno quanto a essa decisão. O grande problema é encontrar um lar adotivo para seu cachorro, a grande companhia que teve nos anos finais da sua vida.

Embora esse seja o mote central do filme, na verdade, o filme vai retratar, de forma delicada, esse confronto com a morte e suas consequências. Ele tenta se despedir das pessoas que ama, sem se cercar de autopiedade e sem apelar para reclamações. Ele busca se desculpar com um amigo que ele sabe que desrespeitou e cujo remorso mantém guardado em si. O filme mostra os detalhes práticos de decidir pelo velório e o tipo de destino do corpo.

O diretor espanhol Cesc Gay coloca tudo isso dentro do filme sem torná-lo piegas ou apelativo. O filme chega até a passar uma tranquilidade frente ao destino que nos cabe.

E Ricardo Darín, mais uma vez, dá vida ao personagem de forma maravilhosa. No meu ponto de vista, um dos grandes atores da atualidade.

 

– Sílvia Souza

Written by

4 Comments
  • Cris Campos disse:

    Esse filme é realmente sensacional. Amei demais. Sou fã do Darin. Já vi quase todos os filmes com ele. Parabéns pelo texto Sílvia. Refletiu muito bem a profundidade do filme que aliás nos atinge diretamente. Uma preciosidade. Bj!.

  • Carlos Moya disse:

    Olá Silvia, eu gusto muito da voz de Ricardo Darin, eu acho que é capaz por seu tom e acento, para colocar os pensamentos mais profundos na realidade habitual. Como algo que acontece naturalmente. Deve ser um filme com um fundo duro. Um beijo
    P.S. Jà tenho a minha filha a meu lado. 🙂

    • Olá, Carlos!
      Deve estar feliz com sua filha ao seu lado! Aproveite muito!
      Sobre o filme… embora o tema central seja pesado (o fato de ter que lidar com a morte em face de uma doença terminal), quando o filme acaba, não fica nenhuma sensação de tristeza. O diretor e o ator, ambos conseguiram passar tranquilidade e paz.
      Eu recomendo.
      Beijo!

Instagram
  • #patríciareis #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #marcoaurélio #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #joséluíspeixoto #citações ##abraço #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza