Now reading

Filme “Terra de Minas” (2015)

Filme “Terra de Minas” (2015)
Filme “Terra de Minas” (2015)

“Terra de Minas” é um filme de co produção dinamarquesa e alemã, escrito e dirigido por Martin Zandvliet. Ele foi um dos indicados ao Oscar 2017 de Melhor Filme Estrangeiro.

Acho que fazia muito tempo em que eu não me emocionava de forma tão profunda por um filme que é, ao mesmo tempo, violento e sensível. Chorei muito e senti em mim as angústias vividas pelo personagem Sargento Carl Rasmussen, interpretado pelo brilhante ator dinamarquês Roland Møller.

Em 1945, após a derrota da Alemanha na Segunda Guerra, a Dinamarca está livre da ocupação alemã e os soldados inimigos estão deixando o país. O veterano Sargento Carl Rasmussen é designado pelo tenente Ebbe Jensen para desarmar e remover uma parte das 2,2 milhões de minas que foram enterradas pelos alemães na Costa Oeste dinamarquesa. Talvez, os alemães acreditassem que os aliados poderiam tentar desembarcar na Dinamarca e minaram todas as suas praias.

O que o exército dinamarquês faz para descobrir e desarmar as minas é reter um grande número de soldados alemães no país, para que eles assumissem esse papel extremamente perigoso. Carl recebe um grupo de 14 prisioneiros de guerra alemães. Com a promessa formal de Ebbe, Carl diz aos jovens que, quando a tarefa fosse terminada, os sobreviventes seriam libertados para retornar à Alemanha. Após a hostilidade inicial com o inimigo, Carl percebe que os prisioneiros de guerra são muito jovens, ainda adolescentes.

Essa foi uma realidade do final da Guerra: sem homens para compor seus exércitos, a Alemanha exigia rapazes cada vez mais jovens para a batalha. E muitos dos que foram retidos para esse “serviço” na Dinamarca eram quase crianças. E, da mesma forma que esse fato toca profundamente quem assiste ao filme, o Sargento não consegue passar com seus sentimentos incólumes. E o homem veterano do exército, que odeia os alemães e muito duro inicialmente com os rapazes, para a olhar para eles com piedade e a tratá-los de forma muito mais gentil; ao longo do tempo, está afeiçoado aos rapazes.

Passa a demonstrar mais cuidado, trazendo algo para que eles comam e não morram de fome, tratando quando ficam doentes e dando dias de descanso para que eles descontraiam e joguem futebol. Um dos rapazes se aproxima mais do Sargento, Sebastian Schumann, interpretado pelo excelente Louis Hofmann. Ele mantém uma integridade incrível apesar da guerra e está sempre pronto a se arriscar para defender seus colegas. Acaba se tornando um líder e o que mais batalha para que consigam terminar o trabalho para poderem ir embora.

O filme é muito triste, porque muitos dos rapazes morrem ao longo do trabalho para o qual foram designados. Mas é maravilhoso ao mostrar que pode haver algo bom nas pessoas, mesmo nos momentos mais terríveis.

Talvez nem todas as pessoas gostem de filmes sobre guerra. E eu achava que tinha esgotado todas as visões possíveis sobre a Segunda Guerra que eu poderia encontrar em um filme. Mas a Segunda Guerra foi algo que não cabe na mente de uma pessoa. Esse é um filme lindo, emocionante e com algo bom afinal de contas.

 

Written by

Deixe uma resposta

Instagram
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #cesarecantú #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #thubtenchodron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #lamatseringeverest #citações #budismo #reflexõesdesilviasouza