Saúde: Hipoglicemia
Previous post
Now reading

Filme “Sete homens e um destino” (2016)

Filme “Sete homens e um destino” (2016)
Filme “Sete homens e um destino” (2016)

Este filme foi uma refilmagem de um clássico do cinema de 1960. O filme original contava com os atores Yul BrynnerEli WallachSteve McQueen e Charles Bronson entre outros. E foi indicado ao Oscar de Melhor Música. Não sei como não ganhou, já que a música “The Magnificent Seven” de Elmer Bernstein é um clássico.

De forma geral, acho um grande erro fazer refilmagens de filmes clássicos. Recentemente, tivemos o fiasco que foi “Ben-Hur”, mas muitos outros já foram tentados, muitas vezes com mais efeitos especiais. Mas os grandes filmes não se tornaram grandes apenas por causa dos efeitos especiais. Tenho uma grande tendência de desconsiderar refilmagens quando gostei muito do filme original ou clássico.

Contrariando essa minha tendência, acabei cedendo e assisti ao filme “Sete homens e um destino” refilmado em 2016. Não cheguei a ir ao cinema, embora tenha gostado do trailer. Mas assisti na TV a cabo.

Antes mesmo de vê-lo, tenho que dizer que havia um grande ponto a favor da refilmagem: o elenco. O elenco do filme de 1960 era incrível, não posso negar. Mas o filme de 2016 também contou com grandes atores como Denzel Washington, Chris Pratt e Ethan Hawke. E, de forma diversa da versão de 1960, vários dos atores são origens étnicas variadas, tendo Denzel Washington no papel principal, Byung-hun Lee como o chinês que participa do grupo, Martin Sensmeier de origem indígena do Alaska e o ator mexicano Manuel Garcia-Rulfo.

O enredo é bom, os atores são ótimos, o filme é bem dirigido, divertido e soube manter o mesmo espírito dos grandes filmes western que eram feitos pelos estúdios de Hollywood.

O personagem de Denzel Washington (Chisolm) é contratado para combater um homem chamado Bogue, que explora minas de ouro e que ameaça as pessoas de uma pequena cidade, obrigando-as a vender suas terras por uma ninharia. Chisolm reúne outros conhecidos ou desconhecidos, que não têm nada a perder e concordam em arriscar a vida nessa briga que não lhes pertence.

Os enfrentamentos, os tiros, as explosões, tudo lembra muito os filmes antigos. Não fizeram de forma a parecer um filme com inúmeros efeitos especiais criados em computador. Da mesma forma que nos filmes antigos, não há muito sangue espalhado nem aquelas cenas de morte chocantes. A impressão que fica é de que o diretor realmente quis reconstruir um filme do velho oeste, de forma mais leve e mais divertida.

Esse foi um remake que valeu a pena e vai divertir a quem quiser assistir.

 

Written by

Instagram
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #cesarecantú #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #thubtenchodron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #lamatseringeverest #citações #budismo #reflexõesdesilviasouza