Há dias...
Previous post
Now reading

Filme: “Simplesmente acontece” – 2014 (“Love, Rosie”)

Filme: “Simplesmente acontece” – 2014 (“Love, Rosie”)
Filme: “Simplesmente acontece” – 2014 (“Love, Rosie”)

Não sei se as meninas hoje em dia ainda sonham com uma história de amor de contos de fadas. Eu sonhava…

Sou canceriana, romântica, sonhadora, intensa, sensível, forte, batalhadora… E acredito em amor à primeira vista e histórias de amores impossíveis.

Às vezes me pergunto como posso ser uma pessoa inteligente e racional e, ao mesmo tempo, me encantar e me deixar seduzir por coisas bobas que sejam capazes de me dar a falsa esperança de que posso estar diante do meu príncipe encantado.

Em muitos momentos, eu simplesmente preciso de um balde de água gelado na cara para perceber que vivo no mundo real, onde abóboras não viram carruagem, nem princesas despertam com o beijo do amor verdadeiro. Ele não existe e, caso exista, nessa altura do campeonato, já deve estar casado com alguma impostora que conseguiu conquistá-lo antes dele me conhecer.

Eu fico o tempo todo me dando choques que me façam viver nesse mundo hostil e pouco sedutor, onde as pessoas preferem relacionamentos superficiais, têm receio de viver uma história de amor de derreter corações e se envolvem apenas temporariamente, já de olho nas outras opções do “mercado”.

Nunca foi tão fácil conhecer pessoas. E nunca foi tão difícil manter uma relação verdadeira, sincera e transparente. As relações são construídas. Mas a honestidade tem que estar presente desde o início, ou ela nunca vai existir.

O problema é que já sofri tanto, que tenho medo de me expor… e de decidir se posso me jogar de cabeça ou se tenho que entrar molhando apenas a pontinha do dedão. Só que não sei me relacionar assim… sou intensa… Conclusão: fico trancada em casa, segura na minha solidão.

Puxa… e o que esse filme tem a ver com toda essa história de relacionamentos?

Ele foi meu conto de fadas hoje… O casal que foi amigo a vida inteira… E o amor cresceu dessa amizade… Um amor verdadeiro, sem maquiagem, na sua forma mais sincera. É a melhor forma de um amor nascer: a partir de uma amizade. E o “amor da minha vida” ou “meu príncipe encantado” tem que ser meu melhor amigo, que saiba me escutar e compartilhar comigo suas coisas também.

Quero a mistura do amor e paixão, desejo e amizade. A vontade de permanecer um ao lado do outro 100% do tempo, mesmo sabendo que isso é impossível… mas que haja a saudade durante a ausência…

Impossível? Talvez…

Eu encontrei meu príncipe… O problema é que não vivo nos livros dos contos… E, nesse mundo real, nossa história precisou de um ponto final (ou de reticências… quem sabe?).

 

 

– Sílvia Souza

Written by

Instagram
  • #jorgeluisborges #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #cesarecantú #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #thubtenchodron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza