Now reading

Oscar 2017: “Esquadrão Suicida” (“Suicide Squad” – 2016)

Oscar 2017: “Esquadrão Suicida” (“Suicide Squad” – 2016)
Oscar 2017: “Esquadrão Suicida” (“Suicide Squad” – 2016)

 

Indicação:

  • Maquiagem e Cabelo

Domingo foi dia de programa com meus filhos e fomos ver “Esquadrão suicida” que já estava quase saindo de cartaz. Minhas expectativas estavam baixas, porque as críticas não estavam muito boas.

Eu gosto dos filmes baseados em heróis e quadrinhos. Gosto de conversar com meus filhos a respeito. Gosto dos personagens, dos efeitos especiais, da diversão. Então, acho que posso dar minha opinião como alguém que vê muito filme de ação e gosta.

Os estúdios que produzem os filmes do universo da DC ainda precisam melhorar muito. Com exceção da trilogia do Batman dirigida por Chris Nolan, que foi absolutamente sensacional, sinto que falta alguma coisa nos filmes com os heróis da DC.

Uma vez, lendo uma crítica sobre o primeiro filme dos Transformers, o jornalista escreveu que apesar do filme ser sobre máquinas e ser quase todo feito com computação gráfica, o que realmente agradava no filme eram os atores reais, era a parte humana do filme. E esse aspecto é essencial. Além é claro de um bom roteiro e de cenas de ação que sejam envolventes.

Neste filme, o que mais salva a história são as atuações do Will Smith e da Margot Robbie. Eles conseguem dar vida e emoção aos personagens que interpretam. Apesar de ter havido muitos comentários sobre o Jared Leto no papel do Coringa, eu, particularmente, não gostei.

Também não gostei das cenas de ação, com tantos momentos em câmera lenta e com uma trilha sonora que não achei condizente. Não sei explicar melhor. Simplesmente, achei que não deu vida às cenas de ação.

E, por fim, uma coisa que a Marvel já conseguiu inserir bem em seus filmes, mas que a Warner/DC ainda não soube, é um pouco de humor. Algumas tiradas de humor, algumas risadas entre as cenas pesadas de ação e morte, ajudam muito a criar um envolvimento. “Deadpool” foi um filme absolutamente violento e, ao mesmo tempo, divertido por causa das cenas mais descontraídas. Nos filmes dos Vingadores, também soube-se usar muito bem os talentos dos atores, inclusive para cenas bem humoradas.

Imaginei que este filme, no qual os personagens são vilões terríveis, contaria com cenas divertidas, especialmente porque os personagens podiam fugir do politicamente correto. E estas cenas acontecem poucas vezes, sem conseguir mudar o estado de espírito dos espectadores.

Valeu a diversão com meus filhos. Não achei o filme péssimo. Mas acho que a DC precisa trabalhar melhor os roteiros e as cenas se quiser fazer frente aos filmes da Marvel.

– Sílvia Souza

(Publicado originalmente em 06-09-2016)

 

Written by

Instagram
  • #patríciareis #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #marcoaurélio #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #joséluíspeixoto #citações ##abraço #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza