Now reading

Filme “Elle” (2016)

Filme “Elle” (2016)
Filme “Elle” (2016)

“Elle” é um filme francês que recebeu uma indicação ao Oscar 2017, o de Melhor Atriz para Isabelle Huppert. Ela já tinha ganhado o Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz Drama e o filme também ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. Além disso, foi indicado e ganhou vários outros prêmios em outros festivais.

Não consegui assisti-lo antes do Oscar e, apenas recentemente, animei-me a ver o filme.

Acho interessante uma coisa que me acontece com relação às atrizes francesas (será que é apenas comigo?). Existem momentos em que todos os filmes que vejo são com uma determinada atriz. Isso já aconteceu com Sophie MarceauMarion CotillardMélanie LaurentAudrey TautouLéa SeydouxJuliette BinocheLouise BourgoinFanny ArdantIsabelle CarréCatherine DeneuveJulie DepardieuCharlotte GainsbourgSandrine KiberlainValérie Lemercier e agora parece a vez de Isabelle Huppert.

Ela é uma atriz de 63 anos, nascida em Paris. Como ela parece mais jovem, acaba interpretando mulheres mais novas do que sua idade real. Nunca achei que ela tivesse uma interpretação excepcional. Mas acabo olhando com os olhos do cinema americano, em que esperamos atuações excessivamente densas, com muito choro e cenas dramáticas. Mas não é o que acontece com a maioria das atrizes francesas. Talvez pela própria diferença cultural. O drama é interior; exteriormente, os problemas não ficam aparentes, afinal, as outras pessoas não precisam saber de todos os sofrimentos pelos quais passa a pessoa.

Eu imaginava isso mesmo sem ter assistido ao filme, justamente por ter visto vários filmes recentes com a Isabelle Huppert. E, por conta disso, imaginei que ela não fosse ganhar o Oscar de Melhor Atriz.

Quando assisti ao filme, apenas comprovei esse fato. Ela interpreta uma mulher bem sucedida, dona de uma empresa que produz jogos de vídeo game, tem um filho que nunca teve um objetivo na vida até resolver se casar com uma moça mandona e que o trata muito mal e que está grávida de um bebê que diz ser do rapaz. Ela é divorciada, mas tem um bom relacionamento com o marido; mantém uma relação eventual com o marido de sua melhor amiga. Seu pai está preso, condenado pelo assassinato de 27 pessoas quando ela ainda era uma criança; e sua mãe vive envolvida com amantes jovens que apenas querem seu dinheiro. Em meio a essa história de vida, sua casa é invadida por um homem mascarado que a violenta e passa a persegui-la, enviando mensagens constantes. O filme vai girar em meio ao suspense desse homem que está sempre rondando sua vida.

O drama é denso e acabamos compreendendo aos poucos o que se passa e os motivos que fazem com que ela não procure a polícia depois do primeiro estupro.

O filme é muito bom e vale a pena vê-lo. Mas não se deve esperar uma produção semelhante ao cinema americano. Apesar da indicação da atriz ao Oscar, ele é um filme tipicamente europeu, sem um drama montado para nos fazer chorar, mas, ainda assim, muito denso.

 

Written by

Instagram
  • #JamesJoyce #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #gastonbachelard #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #victorhugo #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #claudeaveline #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #thomasatkinson #citações #reflexõesdesilviasouza