Amor à Primeira Vista
Previous post
Now reading

Filme “Descompensada” – 2015 (“Trainwreck”)

Filme “Descompensada” – 2015 (“Trainwreck”)
Filme “Descompensada” – 2015 (“Trainwreck”)

A atriz, comediante, escritora Amy Schumer faz muito sucesso nos Estados Unidos. O seriado que leva seu nome (Inside Amy Schumer) foi premiado com 2 Emmy em 2015. Eu tenho um pouco de preconceito com o tipo de humor americano. Raramente ele me agrada. Costumo achar agressivo, vulgar, apelativo, entre outros adjetivos.

Mesmo assim, resolvi assistir ao filme “Descompensada” quando vi que tinha estreado no Now. Eu não tenho estado no meu melhor, do ponto de vista emocional. E, nesses momentos, uma comédia que não exige nenhum tipo de raciocínio pode ajudar a distrair e esquecer as tristezas.

E assim, ontem à noite, resolvi ver esse filme na TV.

Eu sempre digo que nossas opiniões sempre acabam sendo subjetivas, baseadas nas nossas expectativas iniciais.

(Obs: Nessa semana, na segunda-feira, até mesmo meu filho caçula de 11 anos repetiu minha frase… Ele disse que o primeiro dia de aulas não tinha sido tão ruim, já que ele tinha ido para a escola com as expectativas bem baixas… !!! :D).

Voltando ao filme…

Aluguei o filme, esperando não gostar. Mas, no final das contas, foi uma ótima diversão (para quem não está esperando nada…).

O papel de Amy Schumer é o de uma mulher que não quer ter um relacionamento sério com nenhum homem. E “sério” deve ser entendido como mais de um encontro. Ela é promíscua, bebe demais, usa drogas e não tem interesse em nada sério na vida. Entretanto, esse é um personagem que ela construiu para si mesma, como uma proteção para não sofrer.

Quantas pessoas não fazem isso? Vestem uma carapaça de grosseria para não terem que mostrar o lado mais sensível…

E ela segue no filme rejeitando as outras pessoas, afastando a todos do seu convívio, como uma forma de evitar a rejeição. Antes que alguém possa fazer isso com ela, ela mesma já tomou essa atitude.

Há, sim, alguns momentos mais vulgares, com o humor tipicamente americano. Em outros momentos, ela mostra apenas a vida real, tirando o glamour que muitas vezes os filmes apresentam, criando aquela aura tão irreal dos contos de fadas e da perfeição em todos os detalhes.

Às vezes, eu preciso desse banho de realidade, de ser puxada das nuvens, de perceber que as coisas nem sempre são lindas e perfumadas e quase nunca as coisas são perfeitas. Os imprevistos existem. Cada um tem seus sonhos e suas expectativas. Vemos nos outros uma projeção do que queremos, dos nossos desejos, de nós mesmos.

Valeu o filme. Foi uma boa diversão. Não me arrependi.

 

 

– Sílvia Souza

Written by

Instagram
  • #patríciareis #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #marcoaurélio #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #joséluíspeixoto #citações ##abraço #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza