Now reading

Filme “A vingança está na moda” (“The Dressmaker” – 2015)

Filme “A vingança está na moda” (“The Dressmaker” – 2015)
Filme “A vingança está na moda” (“The Dressmaker” – 2015)

 

Não sei se a tradução do título foi feita antes para o livro ou para o filme. Independente de onde tenha partido a ideia, tenho que confessar que não gostei nem um pouquinho do título em português. Nem mesmo me daria ao trabalho de assistir ao filme se a Kate Winslet não fosse a protagonista. E depois vi que ele também estava muito bem avaliado no IMDb. Acho que o filme nem ficou por muito tempo em cartaz nos cinemas; também não me atraiu na época.

Em inglês, o título é “The Dressmaker”, que poderia corresponder a “A Costureira” ou “A Modista”. Entendo que também não seria um nome muito glamouroso. Mas “A vingança está na moda” não dá uma ideia exata da beleza do filme.

A história é baseada no romance de Rosalie Ham, publicado em 2000. Ela se passa em um pequeno vilarejo no interior da Austrália, no qual as pessoas são fúteis, gostam de falar da vida alheia e escondem a realidade de suas vidas, acomodados às aparências.

Tilly Dunnage (Kate Winslet) resolve voltar à cidade 20 anos após ter sido mandada embora, acusada de ser a responsável da morte de um menino que estudava com ela. Ela fora enviada ao interior da Inglaterra, de onde fugiu em direção a Londres, Milão e, finalmente, Paris. Munida de sua máquina de costura e seu requinte único, ela volta em busca de respostas, porque não sabe exatamente o que aconteceu para que fosse separada da mãe e punida daquela forma.

Ela impressiona as mulheres provincianas de Dungatar com seus conhecimentos das últimas tendências da moda e vai, pouco a pouco, tentando se inserir à vida do lugar. Embora todas as mulheres queiram seus serviços, ela nunca é tratada como uma igual e é sempre desconsiderada por causa desse passado desconhecido.

Aos poucos, as lembranças vão voltando à memória de Tilly e ela consegue respostas que nunca teria imaginado. Em meio a essa vivência, consegue corrigir injustiças que algumas mulheres sofriam, justamente aquelas que eram mais sinceras e honestas nas relações.

Com humor negro e um tom satírico leve, o filme vai se desenrolando de forma intrigante, contendo histórias de amor, aceitação e vingança em meio às fofocas do pequeno vilarejo.

O filme vai muito além de vingança, que nem mesmo é o propósito inicial dela. Acabei sendo surpreendida em muitos momentos e o desenvolvimento é totalmente inesperado. E também não é uma Comédia, como está classificado na sinopse da TV a Cabo.

Não li o livro. Mas o filme é realmente muito bom.

 

Written by

3 Comments
  • Roger Maia disse:

    Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira de Deus, porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor. Romanos 12:19

  • Carlos Moya disse:

    Olá Silvia, eu gosto dos romances, estrelados e escritos por mulheres, sempre me surpreendem com a imaginação rica e as descrições detalhadas do ambiente. Agora eu me lembro de uma deliciosa autor que citar antes que eu esqueça Maeve Binchy Um abraço.

Instagram
  • #JamesJoyce #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #gastonbachelard #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #victorhugo #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #claudeaveline #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #thomasatkinson #citações #reflexõesdesilviasouza