Now reading

Eu

Filhos
Next post
Eu
Eu

Sou uma pessoa isolada no mundo.

Sem pertencimento.

Sozinha.

Não faço parte de nenhum grupo.

Não há ninguém como eu.

Tentei participar, me enquadrar.

Foi em vão.

Não consegui.

Não achei iguais.

Eu me isolo.

Não consigo conversar.

Não tenho companhia.

Não faço parte de nada.

É possível que eu seja assim, tão incomum entre bilhões de pessoas?

– Sílvia Souza

Written by

7 Comments
  • Alex André disse:

    Você é uma amiga tão querida. Além disso é uma pessoa sensível e sincera ao extremo. Acho que não preciso dizer mais nada, pois adoro seu jeito de ser, Silvinha querida.
    Um beijo enorme!

  • Carlos Moya disse:

    Eu acho que ser consciente de si mesma originalidade e não se opõe isolamento, é um modo de ser autêntico. Eu acho que a realidade é comum a todos os habitantes do planeta, só que a maioria escolhe a mediocridade e acreditar que corresponda aos seus gostos com muitas pessoas e sentir-se acompanhados. Eu acho que os fotógrafos são seres solitários. E escritores. E pintores e todos aqueles que precisam de silêncio para refletir. Você frente do computador e a outra extremidade do mundo um leitor. É bom, não? Um abraço.
    Você pode ter tempo para ler este post? https://bymoya.wordpress.com/2015/05/27/de-mayorias/

    • Concordo com você… Artistas e pessoas criativas tendem a ser solitárias… ao menos, em espírito. E essa é a solidão mais complicada: aquela em que não encontramos à nossa volta alguém que entenda o que pensamos…
      Fico muito feliz que esteja sempre aqui comentando meus textos! Fico muito grata!
      Li sua publicação e deixei meu comentário lá.
      Abraço!

  • Virginia Leite disse:

    Excelente !

Instagram
  • #jamesbaldwin #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #mikhailbakunin #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #JamesJoyce #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #gastonbachelard #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #victorhugo #citações #reflexõesdesilviasouza