Inundação em Paris
Previous post
Now reading

De Livro para Filme: “Persuasão” de Jane Austen

De Livro para Filme: “Persuasão” de Jane Austen
De Livro para Filme: “Persuasão” de Jane Austen

Eu já tinha tentado ler “Orgulho e Preconceito” de Jane Austen, porque simplesmente adorei o filme. Mas minha leitura não foi adiante. Tinha desistido de ler novas obras dela, embora costume sempre assistir às adaptações. Gosto dos filmes de época, geralmente lindas produções inglesas, com atrizes maravilhosas.

A Laynne Cris do Blog Meu Espaço Literário convenceu-me a ir adiante em uma de suas obras e me indicou “Persuasão”.

Eu já tinha assistido ao filme de 2007, com Sally Hawkins, e tinha gostado. Concluí a leitura e gostei muito. Tenho que confessar que o Romantismo não é minha fase preferida da literatura. E também tenho sempre um receio de me identificar demais com os personagens e querer viver no livro, no romance, no conto de fadas, no mundo do amor que dura a vida toda. Eu já tenho uma tendência a ser excessivamente romântica e sonhadora.

Mas a história encanta. Publiquei uma resenha a respeito em Novembro de 2015: Livro “Persuasão” de Jane Austen.

Foram feitas duas adaptações da história, uma em 1995 e outra em 2007 (que era a que eu tinha visto). As duas foram adaptações feitas para a TV e foram bastante fieis à obra original (pelos comentários que li em páginas de fãs de Jane Austen).

 

Persuasion, 1995 (adaptação da BBC)

 

Persuasion, 2007 

 

Acho que vale a pena conhecer alguma obra da autora e ver alguns filmes. Ainda sou grande fã de “Orgulho e Preconceito” de 2005, com a Keira Knightley.

Boas leituras e bons filmes!

– Sílvia Souza

Written by

6 Comments
  • claudio kambami disse:

    Silvia e quando você lê um livro e ele torna-se filme, fiel ou não com o tempo passa a ter versões, você se prende a uma delas ou consegue aceitar a todas? Te pergunto pois já vi filmes com duas ou mais versões e não aceitei, seja pela troca dos atores, seja té mesmo pela voz do tradutor. Um exemplo bem rustico sobre isso e que não tem nada a ver com o texto e o livro que escreveu foi ocaso da trilogia de George Lucas Star Wars onde mudaram a voz do personagem Darth Vader e pra mim matou o filme. Outro caso foi eu ter visto antes a segunda versão de Horizonte Perdido, quando vi a primeira achei péssima, pelo encanto que tive com a segunda. Beijos e ótimo domingo. <3 🙂

    • Sem dúvida isso acontece comigo também. Eu já detestava quando mudava o dublador do Pato Donald quando eu era criança!
      O grande problema é que, quando gosto muito de um livro, geralmente não assisto ao filme. Isso aconteceu com o Conde de Monte-Cristo. Eu tinha gostado do filme; aí, li o livro e NUNCA mais assisti ao filme (nenhum deles).
      E quando vejo mais de um filme de uma mesma história, sempre acaba tendo um que gosto mais… seja pelos atores, pela direção… não sei.
      Hoje em dia, têm sido feitas umas refilmagens de filmes da década de 1980, como Footloose, que é totalmente da minha juventude. Acho que nem chegou a fazer sucesso. Eu não assistiria.
      Beijo!

  • Já tentei ler Persusão, mas não consegui prosseguir. Ano passado, contudo, me presenteei com a obra completa de Austen. Quem sabe, agora vai?? haha Quanto a Orgulho e Preconceito, história que amo muito, recomendo que assista a versão em minissérie de 6 episódios feita pela BBC em 1996. Gostei bem mais que do filme, fora que é mais fiel ao livro.

    Beijos!

    • E “Orgulho e Preconceito”, você leu?
      Vou procurar essa minissérie. Obrigada pela sugestão, Thaís!
      Como eu disse, não leio muito obras do romantismo. Tenho receio de querer viver eternamente no mundo da fantasia… 🙂
      Beijo grande!

  • Carlos Moya disse:

    Eu não sei por que eu sempre imagino filmes de Jane Austen em preto e branco, embora eu não o vi nem tenho lido nada dessa autora. Um abraço.

    • Talvez seja por conta do momento histórico em que ela escreveu… Século XVIII…
      Serei sincera… não indicaria os livros dela, como indiquei alguns outros… Li apenas esse e não acho que procurarei outros títulos.
      Abraço!

Instagram
  • #jamesbaldwin #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #mikhailbakunin #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #JamesJoyce #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #gastonbachelard #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #victorhugo #citações #reflexõesdesilviasouza