Now reading

De Livro para Filme “Les Misérables” de Victor Hugo

De Livro para Filme “Les Misérables” de Victor Hugo
De Livro para Filme “Les Misérables” de Victor Hugo

Depois de assistir à adaptação de 1998 para o cinema, com Liam Neeson, Geoffrey Rush e Uma Thurman, resolvi ler a obra de Victor Hugo. Meu pai sempre me dizia que era um livro lindo. Comprei uma versão integral que tinha acabado de ser publicada. Ao terminar a obra, dei razão ao meu pai. Ainda hoje, considero a história contada em Les Misérables como a mais bonita que tive o prazer de ler.

Jean Valjean, o personagem central do livro, vai para a prisão por roubar um pão. Ao sair, após anos preso, é acolhido por um Padre muito bom que serve a Jean Valjean uma refeição e permite que ele passe a noite em sua casa. No entanto, ele tenta fugir no meio da noite, após roubar toda a prataria do Padre. Ele chega a agredir o Padre em sua fuga. É preso pouco depois e quando é levado em face do Padre para que este confirme o furto, o Padre nega e diz que lhe deu todas aquelas coisas. E diz para Jean Valjean que, com esse ato, estava comprando sua alma.

Desse ponto em diante, o ex-prisioneiro vai construir para si outra história, fazendo fortuna, trabalhando muito, mas ajudando as pessoas que precisavam dele.

A história se desenrola em meio à nova instauração da Monarquia, com Luís Filipe I, e às barricadas e oposições ao retorno do regime apoiado pela burguesia. Victor Hugo incorpora a descrição do momento histórico de forma maravilhosa, descrevendo batalhas com detalhes. Outro capítulo que chama atenção é o que dedica à descrição do sistema de esgotos de Paris. Além de ter sido uma obra de engenharia muito elogiada na época, a descrição ajuda em outro momento crucial da narrativa.

A obra de Victor Hugo, publicada pela primeira vez em 1862, fala sobre crime e castigo, a perseguição incansável de Jean Valjean pelo Inspetor Javert, o desespero da prostituta Fantine, a amoralidade do casal Thénardier e o desejo universal de escapar das prisões da própria mente. É uma obra prima da literatura mundial, sem dúvida alguma.

Ao colocá-lo nesse tema do meu blog, em que falo das adaptações do livro para o cinema, deparei-me com algo que me impressionou. Acredito que não haverá outra obra literária com tantas adaptações para as telas. Eu encontrei 16 adaptações para o cinema ou a TV. Isso sem contar a produção da Broadway, uma montagem maravilhosa que foi apresentada em palcos por todo o mundo.

Citarei a seguir as adaptações que consegui localizar.

A primeira, data de 1909; é em preto e branco, ainda na época do cinema mudo. Não consegui encontrar nem mesmo fotos do filme. Apenas do ator que interpretava Jean Valjean, Maurice Costello.

Maurice Costello
Maurice Costello

 

A segunda foi uma adaptação francesa de 1912.

Les Misérables (1912)
Les Misérables (1912)

 

Em 1917, houve outra adaptação americana dirigida por Frank Lloyd.

Les Misérables (1917)
Les Misérables (1917)

 

Em 1925, outra produção francesa com quase 6 horas de duração.

Les Misérables (1925)
Les Misérables (1925)

 

Em 1934, outra produção francesa, dessa vez dirigida por Raymond Bernard.

Les Misérables (1934)
Les Misérables (1934)

 

Em 1935, a adaptação americana foi indicada ao Oscar de Melhor Filme e recebeu outras 3 indicações.

Les Misérables (1936)
Les Misérables (1936)

 

 

Adaptação americana de 1952.

Les Misérables (1952)
Les Misérables (1952)

 

Em 1958, nova produção europeia (coprodução francesa, alemã e italiana).

 

Em 1967, a Inglaterra produziu uma minissérie com 10 capítulos, com Frank Finlay (falecido esse ano) como Jean Valjean. Em 1972, a França também produziu um especial para a TV, com duas partes.

Em 1978, uma produção inglesa.

 

Em 1982, uma coprodução franco-alemã.

 

Em 1995, uma produção da Warner, mas trata-se de uma adaptação livre baseada na obra de Victor Hugo.

 

Em 1998, a primeira adaptação a que assisti e aquela que me motivou a ler o livro. Embora seja um filme lindo, ele conta apenas a primeira metade da história.

 

Em 2000, uma minissérie com 4 capítulos, com Gérard Depardieu e John Malkovich.

Les Misérables (2000)
Les Misérables (2000)

 

Em 2012, a adaptação do musical da Broadway para as telas do cinema, tendo sido indicada ao Oscar em 8 categorias e sendo premiada em 3 categorias. Interpretação excepcional dos atores Hugh Jackman, Russell Crowe e Anne Hathaway.

 

Mais do que qualquer adaptação, a obra original é maravilhosa e vale a leitura na íntegra.

 

– Sílvia Souza

 

 

Written by

11 Comments

Instagram
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #lamatseringeverest #citações #budismo #reflexõesdesilviasouza
  • #honorédebalzac #citações #trechosliterarios #amulherdetrintaanos #reflexõesdesilviasouza
  • #edmundburke #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #rubemalves #citações #reflexõesdesilviasouza