Now reading

Conto “Perdoando Deus” de Clarice Lispector

Conto “Perdoando Deus” de Clarice Lispector
Conto “Perdoando Deus” de Clarice Lispector

Esta publicação é referente ao Projeto Clarice Lispector idealizado pela Marcia Cogitare do Blog Surtos Literários. A proposta foi de publicarmos no mesmo dia nossos comentários sobre cada um dos contos da escritora, que foram todos reunidos por Benjamin Moser no livro “Todos os Contos” da Editora Rocco. O conto de hoje é “Perdoando Deus”, do livro “Felicidade Clandestina”.  A publicação da Marcia pode ser lida clicando aqui.

Neste conto, a narradora está caminhando pela Avenida Copacabana no Rio de Janeiro e olhava distraída à sua volta. Naquele momento, na ausência de obrigações ou de um caminho a seguir, ela sentiu-se livre. E, naquela liberdade, olhando as belezas à sua volta, ela teve a sensação de estar mais perto de Deus. Foi um sentimento de parentesco, maternal. Na minha percepção, ao ler o conto, imaginei como aquela felicidade orgulhosa com que uma mãe olha para seu filho e para as coisas incríveis que ele faz, naqueles momentos em que o filho se supera e realiza algo novo, como quando dá os primeiros passos.

E, como ela mesma descreve, não é aquele orgulho de ostentação, mas, simplesmente, o orgulho de realização que preenche o peito com uma alegria que nos deixa leves. Acho que as mães conseguem entender o que eu quero dizer.

Por puro carinho, mesmo, sem nenhuma prepotência ou glória, sem o menos senso de superioridade ou igualdade, eu era por carinho a mãe do que existe.

E é compreensível este sentimento de felicidade em face a tudo o que existe no mundo, todas as belezas da Natureza, o céu azul do dia com suas nuvens ou estrelado na noite escura; somos parte desse conjunto que compreende as flores coloridas e todos os animais diferentes. E confesso que pensar em tudo isso realmente nos permite um sentimento de orgulho, como se tivéssemos participado da criação desse todo, embora nada estivesse mais distante na realidade.

E ela seguia neste estado de êxtase quando, de repente, quase pisou em um enorme rato morto. Instantaneamente, ela saiu de seu deleite e se deparou com um sentimento de pavor.

Em menos de um segundo estava eu eriçada pelo terror de viver, em menos de um segundo estilhaçava-me toda em pânico, e controlada como podia o meu mais profundo grito.

Neste momento, após este susto que a tirou de um sentimento de sublimação e alegria extrema, ela teve raiva de Deus; foi como se ele quisesse puni-la por sua felicidade, como se ela não tivesse o direito de senti-la.

Então era assim?, eu andando pelo mundo, sem pedir nada, sem precisar de nada, amando de puro amor inocente, e Deus a me mostrar o seu rato? A grosseria de Deus me feria e insultava-me. Deus era bruto.

Ela passa a descrever uma cadeia de pensamentos sobre si mesma, sobre Deus, sobre seus sentimentos, sobre seus medos; são reflexões que se assemelham àquelas que faço a mim mesma todos os dias, a racionalização que tenta controlar as emoções e as reações e pensamentos que temos mas que gostaríamos de omitir de nós mesmos, porque nos envergonham.

De repente, ela se dá conta que o maior problema é não saber exatamente quem ela é. E, numa tentativa de se redimir dos seus pecados e de suas faltas, ela tenta acreditar que o mundo é melhor do que de fato é. Olhar para a realidade nua e crua é doloroso demais e nos leva a questionar qual o sentido de tudo. Será que nossa alma sobrevive a esta pergunta?

Eu, que jamais me habituarei a mim, estava querendo que o mundo não me escandalizasse. Porque eu, que de mim só consegui foi me submeter a mim mesma, pois sou tão mais inexorável do que eu, eu estava querendo me compensar de mim mesma com uma terra menos violenta que eu. Porque enquanto eu amar a um Deus só porque não me quero, serei um dado marcado, e o jogo de minha vida maior não se fará. Enquanto eu inventar Deus, Ele não existe.

 

Written by

2 Comments

Instagram
  • #joséluíspeixoto #citações ##abraço #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza