Now reading

Conto “Come, meu filho” de Clarice Lispector

Conto “Come, meu filho” de Clarice Lispector
Conto “Come, meu filho” de Clarice Lispector

Esta publicação é referente ao Projeto Clarice Lispector idealizado pela Marcia Cogitare do Blog Surtos Literários. A proposta foi de publicarmos no mesmo dia nossos comentários sobre cada um dos contos da escritora, que foram todos reunidos por Benjamin Moser no livro “Todos os Contos” da Editora Rocco. O conto de hoje é “Come, meu filho”, do livro “Felicidade Clandestina”.  A publicação da Marcia pode ser lida clicando aqui.

Este é um conto super curtinho… Na verdade, nem parece um conto. Parece mais uma experiência pessoal; destas que toda mãe tem para contar sobre seus filhos.

Mãe e filho (Paulinho) estão juntos. O menino deveria estar comendo. Mas em vez de comer, faz inúmeras reflexões sobre o fato da Terra ser redonda e, na verdade, parecer chata, porque o céu está sempre em cima. E ele vai passando de um assunto para outro… do assunto da Terra, ele passa para o fato de achar os pepinos esquisitos e da preferência pelos pratos rasos (aos pratos fundos).

O menino tem uma raciocínio muito divertido e ele quer falar sobre tudo; só não quer comer.

E é incrível, porque consegui imaginar o menino, enrolando para comer algo que ele não gosta, arrumando assunto enquanto a comida esfria. E a mãe que vai ficando impaciente, mas tenta não perder a calma, e ainda precisa se concentrar em tudo o que o filho tem para falar.

Ler o conto fez com que eu me lembrasse dos meus filhos pequenos, das coisas engraçadas que eles faziam ou falavam. Fiquei até um pouco arrependida por nunca ter feito um diário com estes registros; seria maravilhoso relembrar…

— Na Sorveteria Gatão o sorvete é bom porque tem gosto igual da cor. Para você carne tem gosto de carne?

Só uma criança para pensar dessa forma… Maravilhoso!

 

Written by

5 Comments
  • carlos disse:

    Oia Silvia. Claro que teria sido uma ótima idéia manter um diário de perguntas e ocorrências. Tampo eu fiz. Um abraço.

    • Silvia Souza disse:

      Olá, Carlos!
      Depois desse conto, pensei nisso… em todas as coisas interessantes que meus filhos fizeram… afinal, a memória falha e as lembranças acabam se perdendo. Mas agora já passou… Posso apenas fazer daqui para a frente.
      Beijo grande!

  • Marcia Reis disse:

    Criança me parece ser tudo meio igual, quando o assunto é alimentação.
    Acompanho muito de perto meus sobrinhos e não é fácil está fase.

    Hug

    • Silvia Souza disse:

      E a gente não respeita esse jeito deles serem e começamos a obrigá-los a comer e a seguir as ordens dos pais… 😀

  • […] Conto “Come, meu filho” de Clarice Lispector […]

Instagram
  • #catão #ocensor #citações #romaantiga #reflexõesdesilviasouza
  • #françoisehéritier #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #jorgeluisborges #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #miguelestevescardoso #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #cesarecantú #citações #reflexõesdesilviasouza