Filme
Previous post
Now reading

Conto “As manigâncias de dona Frozina” de Clarice Lispector

Conto “As manigâncias de dona Frozina” de Clarice Lispector
Conto “As manigâncias de dona Frozina” de Clarice Lispector

Esta publicação é referente ao Projeto Clarice Lispector idealizado pela Marcia Cogitare do Blog Surtos Literários. A proposta foi de publicarmos no mesmo dia nossos comentários sobre cada um dos contos da escritora, que foram todos reunidos por Benjamin Moser no livro “Todos os Contos” da Editora Rocco. O conto de hoje é “As manigâncias de dona Frozina”, do livro de mesmo nome, “Onde estivestes de noite”.  A publicação da Marcia pode ser lida clicando aqui.

Este conto é bem curtinho, mas um conto gostoso de se ler e que permite que sintamos tranquilidade. Imagino que era a coisa que a Clarice mais queria ter: tranquilidade.

O conto relata, de forma muito breve, um pouco sobre a vida de dona Frozina, uma viúva que não vivia sem o Leite de Rosas.

Mas dá para ela comprar Leite de Rosas e tomar verdadeiros banhos com o líquido leitoso. Dizem que sua pele é espetacular. Usa desde mocinha e mesmo produto e tem cheiro de mãe.

É muito católica e vive em igrejas. Tudo isso cheirando a Leite de Rosas. Como uma menina. Ficou viúva com vinte e nove anos.

Depois que ficou viúva, não se casou mais.

— D. Frozina, como é que a senhora arrumou sua vida sem homem?, quero lhe perguntar.

A resposta seria:

— Manigâncias, minha filha, manigâncias.

Segundo a definição que aparece no Google (embora não cite em qual dicionário se baseia):

manigância (substantivo feminino)

  1. técnica ilusionista em que se emprega a agilidade manual; ilusionismo, prestidigitação.
  2. p.ana. manobra dissimulada de que se lança mão para enganar alguém ou para levá-lo a fazer o que se deseja; ardil, artimanha, intriga.

Mas Clarice não obriga a buscar a palavra no dicionário; ela nos dá essa informação no final do conto:

P.S. Procure no dicionário o que quer dizer manigâncias. Mas adianto-lhe o serviço: manigância – prestidigitação; manobra misteriosa, artes de berliques e berloques. (Do Pequeno Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa.)

Dona Frozina… uma mulher que não bebe Coca-Cola porque tem gosto de remédio, que usa com muita frequência o nome de Deus em vão e que reza para todos os santos… e que não se angustia se dormir no meio de suas orações.

Como seria boa uma vida sem angústias… talvez Clarice Lispector também tivesse essa inveja quando escreveu o conto…

 

Written by

Deixe uma resposta

Instagram
  • #francescoalberoni #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #honorédebalzac #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #JaimeDeBalmes #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #jamesbaldwin #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #mikhailbakunin #citações #reflexõesdesilviasouza