21.08.2016
Sintra, Portugal

Sintra, Portugal

 

A paixão é um pânico das emoções, e como o pânico — que nisto se distingue do medo — estilhaça a inibição, desorienta o espírito, vira o indivíduo contra as suas próprias aquisições mentais superiores, e muitas vezes o conduz a fazer o que mal sabe que faz, ou que a própria paixão se fosse menor, como o pânico se não fosse mais que medo, o levaria ou aconselharia a não fazer.

Fernando Pessoa

  A paixão é um pânico das emoções, e como o pânico — que nisto se distingue do medo — estilhaça a inibição, desorienta o espírito, vira o indivíduo contra as suas próprias aquisições mentais superiores, e muitas vezes o conduz a fazer o que mal sabe que faz, ou que a própria paixão se […]



20.08.2016
Catedral da Sé, Évora

Catedral da Sé, Évora

 

Ah, pobre vaidade de carne e osso chamada homem,
Não vês que não tens importância absolutamente nenhuma?

Álvaro de Campos. Fernando Pessoa.

  Ah, pobre vaidade de carne e osso chamada homem, Não vês que não tens importância absolutamente nenhuma? Álvaro de Campos. Fernando Pessoa.


Comentários desativados em Ah, pobre vaidade


19.08.2016

A única


Comentários desativados em




%d blogueiros gostam disto:
DESIGN POR JESS