Now reading

Alguns pecados

Alguns pecados
Alguns pecados

 

Tenho tantos defeitos que é difícil enumerá-los. Mas acho que muitos dos meus defeitos não são reconhecidos como defeitos por mim mesma. São fraquezas ou falhas que fazem com que eu seja única na minha forma de ser, porém criticados perante a sociedade.

Apesar dos meus 44 anos, tenho um jeito de ser meio infantil, pouco elegante, mais risonho do que sério, do tipo que chora, gargalha, faz cócegas nos filhos… sou intensa, impulsiva, romântica, sonhadora… do tipo que ainda acredita nos outros, achando que todos serão sinceros e cumprirão as promessas feitas.

Sei que tenho a criança, a adolescente e a adulta, todas compartilhando o mesmo corpo e revezando-se na forma de ver o mundo ou de emitir uma opinião. Tenho essa péssima mania de falar de mim mesma no blog, de desabafar minhas angústias, de falar das minhas tristezas, com a única esperança de poder ajudar alguém que possa enfrentar os mesmos problemas pelos quais passei e sobrevivi.

Minha vida não foi ruim não. Eu me considero uma mulher extremamente privilegiada com tudo o que Deus (ou a Natureza ou qualquer energia superior) acharam por bem colocar na minha vida. Mas nenhuma vida é feita apenas de alegrias e realizações. Já sofri muito; passei por várias dificuldades, principalmente no que se refere ao sofrimento que outras pessoas me causaram… provavelmente por minha própria culpa (quem sabe)… provavelmente por essa minha forma de ser: crédula, sensível e um pouco ingênua.

O fato é que esse texto está tomando uma direção completamente diferente daquela planejada por mim inicialmente. Meu intuito era (e ainda é) falar de uma compra que fiz pela internet e que recebi hoje. Comecei falando dos meus defeitos e queria chegar a uma das minhas grandes fraquezas: produtos de beleza (cosméticos, maquiagens e perfumes).

Com a minha vaidade é que gasto a maior parte do meu dinheiro… esse consumo que serve apenas para meu próprio prazer e para me trazer bem estar; porque, afinal, é para mim mesma que me arrumo e me perfumo. Ao me sentir bem, ao me sentir bela, sei que faço brotar algo de bom, um brilho, uma energia… não sei ao certo… mas esse sentimento bom é capaz de levar boas energias a outras pessoas também.

Há alguns meses, a Guerlain lançou a coleção de maquiagem de La Petite Robe Noire; basicamente esmaltes e batons. Dia após dia, eu entrava no site da Sephora no Brasil para ver se a novidade já tinha chegado a esse país tão distante do mundo que consome. E, nessa semana, finalmente, recebi o e-mail da Sephora informando sobre a chegada tão esperada.

 

{59A4C63E-4664-4C0E-86D2-06F5D6AB4CEF}_sephora_postLPRN_inst

 

Meu pecado confesso: na mesma hora comprei um batom e um esmalte. Sei que a coleção é focada em consumidoras mais jovens; aquelas mocinhas adolescentes que gostam de esmaltes e batons perfumados e em cores vibrantes. Não me importava… foram tantos meses de espera… eu me senti no direito de possuí-los. Nesse momento, a adolescente vivendo em mim deve ter gritado muito mais alto do que as outras duas cohabitantes do meu corpo.

E hoje chegaram: meu batom perfumado, cremoso, lindo e o esmalte perfumado de um vermelho incrível. A adolescente está aqui a dar pulinhos, vibrando e gritando pela casa. E meus filhos sem entender tamanha alegria por causa de dois pequenos objetos que não lhes significam nada.

{042FA533-25B9-4C35-AA11-68C10E9335AE}_PRNM16-50F_s042_500px

Não preciso me importar, preciso? Não preciso me chatear por causa das pessoas que não vêm sentido em ter prazer ao comprar uma maquiagem bonita? O consumo sempre me angustia um pouco… escuto o anjinho e o diabinho falando comigo, apontando os pecados e as delícias que o acompanham. Mas o pecado é tão grande ao satisfazer aquele desejo mais profundo e sincero da posse de algo?

Como eu queria que meus pensamentos fossem mais simples… dessem menos voltas… e eu pudesse apenas liberar minha alegria genuína e infantil… quem sabe nos meus sonhos?

 – Sílvia Souza

Written by

2 Comments
  • Carlos Moya disse:

    Eu acho que o debate entre consumo e apetite para um produto que temos todos os que habitam este lado ocidental do mundo. De qualquer maneira, alguns pequena compensação temos por causa de nossas preocupações complicadas. Uma vez que o alarme soa na parte da manhã, seguimos o caminho traçado por obrigações. Se o seu dia torna-se envolvido em um aroma doce e delicado. E, quanto ao modo de ser de todos, às vezes é difícil aceitar que não somos tão perfeito como um tanque ou tão previsível como um robô. Feliz Dia das Mães. Um abraço.

Instagram
  • #marcoaurélio #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #joséluíspeixoto #citações ##abraço #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #fernandopessoa #citações #reflexõesdesilviasouza