Now reading

Adeus

TAG 7 Coisas
Next post
Adeus
Adeus

Se eu resolvesse desaparecer, eu deveria escrever uma carta para cada pessoa importante da minha vida para me despedir?

Seria de bom tom explicar meus motivos e motivações para ir embora?

Ou eu poderia simplesmente não mais voltar para casa, desligar o celular, cancelar os cartões de crédito e sair com uma mala pequena como quem vai para a academia, levando o passaporte, algum dinheiro e o desejo de liberdade?

Iria para o aeroporto, sem destino definido, escolhendo o primeiro voo disponível no qual eu pudesse embarcar.

Entraria no avião assumindo ser uma nova pessoa, uma mulher sem passado e de quem não se espera nada.

Eu poderia conversar com a pessoa ao meu lado, sem preocupação de ser inconveniente, porque eu teria descartado todos as etiquetas que determinam meu comportamento.

Comeria apenas quando tivesse fome, dormiria quando tivesse sono, ganharia algum dinheiro fazendo algo impensável para alguém com uma vida correta como eu.

Migraria de cidade em cidade, conhecendo pessoas, sorrindo e cantando, falando e escrevendo o que me viesse à mente, porque não teria uma reputação a zelar.

Não viveria presa na minha própria casa, com medo de ter uma arma apontada para minha cabeça, sabendo que eu não cederia a um assalto, simplesmente porque acho absurda a guerra velada na qual vivemos.

Quem sabe cuidaria de crianças ou trabalharia em bibliotecas, ganhando muito menos do que ganho, mas com a esperança de ser respeitada e amada simplesmente por ser quem sou.

Estou esgotada dessa minha vida. Estou esgotada de manter aparências. Estou cansada de ter medo.

Por mais que eu me considere sincera, simplesmente não digo tudo. São meias palavras. E aquelas metades que engulo para não magoar os outros vão me ferindo por dentro.

Eu não sou uma pessoa fragmentada. Sou um único ser com múltiplas facetas que deveriam coexistir em harmonia.

Estou cansada…

Escrevo as cartas ou simplesmente não volto mais quando sair amanhã?

– Sílvia Souza

Written by

12 Comments
  • Cris Campos disse:

    Sempre quis ir pra Pasárgada e de lá apenas mandar um postal dizendo “estou bem”. Quem sabe um dia?

    • Sílvia Souza disse:

      Acho que sonho com a mesma coisa… mas não sei se mandaria o postal…
      Queria apenas ter a chance de poder viver um pouquinho sem ter que corresponder às expectativas dos outros e poder escolher sozinha o caminho a seguir.

  • M.Raydo disse:

    Quando bate o desespero, a angústia e insatisfação completa, talvez seja a hora de fugir pra dentro e não para fora!
    Se dentro de você estiver incompleto, não haverá lugar no mundo onde possa se esconder e se sentir feliz! Não mesmo! Eu penso assim, mas cada um tem sua maneira ideal de se achar!
    De qualquer forma, você não está feliz hoje, tudo bem! Não é todo dia que tem que estar, mesmo!
    Amanhã será melhor! Respire e hora pra frente! 🙂

    • Sílvia Souza disse:

      Eu concordo com você. Eu sei que meu desejo de fugir é impossível…
      O problema é que eu queria ser livre. A questão não é fazer qualquer coisa, mas simplesmente poder fugir das expectativas das pessoas, do certo ou errado, daquela frase “o que os outros vão dizer?”.

  • Sibila Honda disse:

    Ser feliz não deveria ser objetivo… Viver ser expectativas e objetivos deixa a alma mais leve.
    Não é possível fugir de si mesmo, vivemos numa prisão, e a leveza do ser é a única direção que deveríamos seguir, que traz alguma paz….

  • Diogo Pontes disse:

    Esses pensamentos visitam minha cabeça permanentemente. Tenho vontade de deixar algumas coisas esclarecidas às pessoas que fazem parte da minha vida, para que a culpa que eu carrego seja diminuida.
    Mas eu não pegaria um voo porque mal tenho dinheiro para sobreviver. Simplesmente andaria até o mais longe que minhas pernas fossem capaz de me levar; até onde eu não tivesse mais identidade ou qualquer coisa que pudesse me lembrar ser quem eu sou. Fazer alguma coisa em troca de comida e banho. E, finalmente, quando me desse por satisfeito ou insatisfeito abrir mão da vida e descansar de todo mal que a vida proporciona.

  • M.Raydo disse:

    Caramba! Vou começar a pensar no que os outros pensam de mim também!!! Isso parece legal!kkkk
    Você é uma dama, por isso sofre com isso!
    Na minha terra, os que tentam me irritar, ou tem meu desprezo, ou um belo dedão do meio beeeem esticado!kkk
    Bom, ainda acho mais bonito pessoas como vc e menos como eu!
    Seja feliz e desencana de quem quer encher o saco!kkk

Instagram
  • #thubtenchodron #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #albertcamus #citações #reflexõesdesilviasouza
  • #lamatseringeverest #citações #budismo #reflexõesdesilviasouza
  • #honorédebalzac #citações #trechosliterarios #amulherdetrintaanos #reflexõesdesilviasouza
  • #edmundburke #citações #reflexõesdesilviasouza