25.05.2016

ovarian-cysts-lg

 

O que é menopausa precoce?

Menopausa é a interrupção natural dos ciclos menstruais na vida da mulher. Ela geralmente ocorre entre 45 e 55 anos. Mas em algumas mulheres, a menopausa pode ocorrer mais precocemente – antes dos 40 anos.

Algumas mulheres podem continuar tendo sangramentos menstruais esporadicamente.

 

O que causa a menopausa precoce?

Ela acontece quando os ovários param de funcionar normalmente. Geralmente, os ovários liberam um óvulo uma vez por mês, que ocorre durante a ovulação. Nas mulheres com menopausa precoce, os ovários ficam sem óvulos para serem liberados. Então, os ovários podem começar a liberar os óvulos com menor frequência ou parar completamente de liberar os óvulos.

 

Por que os ovários param de funcionar?

Na maioria dos casos, não se consegue identificar a causa da menopausa precoce. Em algumas mulheres, as causas incluem:

  • alterações genéticas
  • tratamentos médicos para outras doenças, como câncer
  • doenças autoimunes, nas quais o corpo produz anticorpos que atacam os próprios ovários

 

Quais são os sintomas da menopausa precoce?

A primeira coisa que a maioria das mulheres nota é a redução dos ciclos menstruais, que ficam menos frequentes ou em menor quantidade. Outros sintomas que podem aparecer:

  • Ondas de calor
  • Aumento de transpiração durante a noite
  • Redução da lubrificação vaginal
  • Dor ou desconforto durante o ato sexual
  • Dificuldade para dormir

 

Outros sintomas que devem ser notificados se ocorrerem

  • Fraqueza ou cansaço constantes
  • Perda espontânea de peso
  • Dores abdominais
  • Ânsia por sal
  • Escurecimento da pele, sem história de exposição ao sol

 

Deve-se procurar um médico?

Mulheres com menos de 40 anos e que estejam apresentando irregularidade menstrual por, pelo menos, 3 meses devem procurar um médico.

 

Há exames a serem realizados?

Os exames podem variar dependendo da idade, dos sintomas associados e da história individual.

Alguns exames habituais incluem:

  • teste de gravidez
  • exames hormonais
  • exames genéticos: se os exames hormonais confirmarem menopausa precoce, podem ser necessários exames para verificar os cromossomos.

 

Como se trata a menopausa precoce?

Depende do que estiver causando a alteração. Mas o tratamento mais comum é feito com a reposição dos hormônios, como estrogênio. Os hormônios ajudam a reduzir os sintomas, especialmente os calores e a transpiração noturna. Eles também ajudam a proteger os ossos. A reposição geralmente é feita até, pelo menos, os 50 anos.

amor-perfeito

  O que é menopausa precoce? Menopausa é a interrupção natural dos ciclos menstruais na vida da mulher. Ela geralmente ocorre entre 45 e 55 anos. Mas em algumas mulheres, a menopausa pode ocorrer mais precocemente – antes dos 40 anos. Algumas mulheres podem continuar tendo sangramentos menstruais esporadicamente.   O que causa a menopausa […]


  • Eu acho que um artigo muito interessante sobre um assunto sobre o qual ele não sabia nada. Durante meus tempos de estudante qualquer referência sexual foi considerado um tabu. Muito obrigado.

    • Olá, Carlos!
      Obrigada por passar por aqui…
      Sabe, apesar da maior liberdade sexual hoje em dia, ainda há muitas pessoas que têm grande dificuldade de falar a respeito…
      Abraço!

  • claudio kambami

    Pois é e olha que aqui saem mudar as nomenclaturas e a trompa de Falópio passou a ser conhecida como tubo uterino ou até trompa uterina, vai entender.
    Silvia não sou médico e sabes disso, mas acho que faltou também no artigo dar relações sobre o uso indiscriminado dos anticonceptivos, drogas “lícitas” e ilícitas, abortos provocados, e também que diferente do homem a mulher já nasce com um determinado numero de óvulos, e nem todos chegaram a conseguirem uma maturação e ai sim entra a parte de genética hereditária. No caso de uso indiscriminado de determinados medicamentos, doses acima do necessário, uso se indicação ( auto medicação), causando nisso ai sim uma modificação hormonal. Falando nos hormônios vale lembrar que quase metade das mulheres que se habilitaram a esse procedimento o de reposição, não se adaptam a essa reposição e as que insistem acabam por desenvolver outros problemas mais graves ainda.
    O sistema reprodutor feminino é algo muito complicado, necessita de bons profissionais e uma atenção especial. No Brasil como em grande parte do mundo não se dá muita atenção a essa medicina ao ponto de haver mulheres que só fazem e exames ginecológicos por rotina, ou seja uma vez ao ano e quando fazem. Preocupante isso.
    Chega a empatar com o problema masculino de não querer fazer exames de próstata por machismo. Bjs! 🙂

    • Claudio, você apontou muitos aspectos controversos…
      Nos meus artigos médicos, tento abordar apenas tópicos definidos, como uma forma de dar orientações iniciais às pessoas. Eu poderia ter alguns problemas éticos e médicos se abordasse assuntos ainda não bem estabelecidos.
      Você compreende, né? Não vai se chatear comigo, por favor…
      Beijo!

      • claudio kambami

        Ah entendi. Não, fique tranquila, é que muitas vezes faço demais da conta. 😛😘


%d blogueiros gostam disto:
DESIGN POR JESS