17.05.2016
Machico, Ilha da Madeira, Portugal

Machico, Ilha da Madeira, Portugal

 

[…] Quem raciocina com intensidade e violência tem que expressar com descongestionamento. Rir não é não ter razão. Não há relação entre a solenidade e a verdade. Deixemos a seriedade aos que têm ideais em que perdem tempo e jeito. Pensemos, e acabemos de pensar com uma gargalhada.

A dor do mundo é grande? Talvez seja. Como não há metro para ela, não sabemos. Mas, ainda que seja grande, curar-se-á aumentando-a com a nossa?

Pensa a sério mas não com sério. Pensa profundamente, mas não às escuras. Quer fortemente, mas não com as sobrancelhas.

Sinceros? Quantos gramas de verdade é que a vossa sinceridade pesa?

Quem pensa, ri; só não ri quem só faz cara que pensa. […]

Fernando Pessoa

  […] Quem raciocina com intensidade e violência tem que expressar com descongestionamento. Rir não é não ter razão. Não há relação entre a solenidade e a verdade. Deixemos a seriedade aos que têm ideais em que perdem tempo e jeito. Pensemos, e acabemos de pensar com uma gargalhada. A dor do mundo é grande? […]


  • Acho que as pessoas que enfrentam problemas com bom humor são mais capazes de resolver a situação melhor e são mais felizes. Mas, embora eu não tenho provas concretas. Eu não acho que são necessárias. Um abraço
    Hoje aprendim: ¡Sobrancelhas!

    • Olá, Carlos!
      Não tenho dúvidas de que o bom humor sempre ajuda… (mas confesso que não é sempre tão fácil mantê-lo…).
      Um grande abraço!


%d blogueiros gostam disto:
DESIGN POR JESS